Governador participa da formatura de 436 sargentos da Polícia Militar em BH

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O governador Romeu Zema participou, nesta sexta-feira (27), da formatura de 436 sargentos na Academia de Polícia Militar de Minas Gerais, em Belo Horizonte. Os novos sargentos são formandos do Curso Superior de Tecnologia em Segurança Pública.

Os policiais serão encaminhados para as 19 Regiões de Polícia Militar do Estado para dar início às atividades na próxima quarta-feira (2/12). Caberá a cada região definir os municípios de atuação dos novos profissionais.

Durante pronunciamento, o governador afirmou que, apesar de todas as dificuldades financeiras enfrentadas pelo Estado, alguns indicadores de desenvolvimento registram avanços, sobretudo os da Segurança Pública. “Minas Gerais está caminhando para ser o estado mais seguro do Brasil, com níveis de segurança equivalentes aos dos países desenvolvidos. Isso significa menos de 10 homicídios por ano por 100 mil habitantes”, disse.

Redução
De acordo com dados divulgados ontem (26) pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), entre janeiro e outubro de 2020 houve uma redução de 33,78% na criminalidade violenta em Minas. Quatorze dos 15 índices monitorados apresentaram diminuição.

Para Zema, um estado seguro oferece mais qualidade de vida para a população, além de maior desenvolvimento, atração de investimentos, renda e empregos. “Tudo isso está acontecendo, apesar das adversidades. Isso demonstra que não é só dinheiro que traz avanços. Comprometimento, disciplina e bons gestores fazem toda diferença. A Polícia Militar apresenta todas essas características”, afirmou.

Planejamento
Sobre os indicadores satisfatórios na área da Segurança, o comandante-geral da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), coronel Rodrigo Sousa, destacou que o sucesso vem do planejamento adequado e da obediência à estratégia estabelecida.

O coronel aproveitou a solenidade para destacar a atuação da PM em um ano totalmente atípico, com consequências sociais provocadas pela covid-19. “Movidos pela ordem do governador, fomos acionados para ser protagonistas e colocados ao lado das necessidades para fazer o devido enfrentamento ao coronavírus”, lembrou.

Sobre os novos sargentos, o coronel Rodrigo Sousa afirmou que a sociedade mineira conta com profissionais altamente qualificados. “Esses profissionais foram formados em meio à pandemia. Foram confrontados às adversidades, mas cumpriram sua missão com galhardia. Não tenham medo de servir ao povo mineiro com coragem e com os mais nobres valores éticos que lhes foram novamente apresentados na academia”, finalizou. Com Agência Minas

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!