Empresário é preso e indiciado em Betim por suspeita de abusar da própria neta

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A Polícia Civil de Minas Gerais concluiu as investigações que apurou estupro de vulnerável, que teria sido cometido por um empresário, de 65 anos, contra a própria neta, de 13 anos, em Betim, região metropolitana. O suspeito foi preso e indiciado pelo crime.

Segundo apurado, o suspeito teria abusado da neta desde os 5 anos de idade dela, praticando inclusive carícias no corpo da vítima e conjunção carnal. A adolescente e os pais informaram que o avô tinha uma predileção por ela, dando inclusive presentes, dinheiro e a levando para sair.

Com as investigações, foi representada pela prisão temporária do suspeito, cumprida no dia 9 deste mês, devido à possibilidade de outras familiares também serem vítimas e à influência, ligada ao poder aquisitivo, do suspeito na cidade.

Em depoimento, o suspeito negou a prática do crime.

As investigações foram concluídas pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) em Betim, e o suspeito encontra-se no Sistema Prisional à disposição da Justiça. Com Agência Brasil

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!