Indústria do petróleo está voltando a acreditar no país, diz Temer

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Fernando Frazão/Agência Brasil

O presidente Michel Temer disse que as reformas feitas na economia do país estão trazendo segurança para que o investidor volte a investir e ter lucros. Um sinal disso, apontou, foi a presença marcante, depois de anos de ausência, de investidores de mais de 30 países no Rio Oil & Gas 2018, que terminou hoje (27) no RioCentro, zona oeste da cidade, após três dias de debates e de exposição.

“As pessoas voltaram, e este retorno nós o recebemos com muita alegria. De volta neste momento, convenhamos, de fundado otimismo. A presença de cada um dos senhores e senhoras mostra que acreditam no Brasil que estamos construindo”, afirmou, ao participar do encerramento do encontro.

Temer destacou que, nas viagens que faz por vários países, nota uma avaliação que não costuma ver dentro do Brasil. Segundo ele, há um caso permanente de pessimismo interno, que não verifica fora do Brasil. “Nas várias reuniões que frequento, e não foram poucas, neste período, verifico um otimismo extraordinário daqueles que veem esse novo Brasil, ou seja, o Brasil do século 21. Não podemos permitir que ninguém que venha à frente faça o nosso país retornar ao século 20. Temos que continuar no século 21, e nesse sentido o setor de óleo e gás é fundamental nesta trilha do progresso e do desenvolvimento”, afirmou.

O presidente fez questão de destacar que foi o atual ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, que o convenceu, na época em que ainda era vice-presidente, a fazer contato com representantes da indústria de óleo e gás para conhecer as dificuldades do setor.

Naquele momento, segundo Temer, foram identificadas algumas medidas necessárias que foram adotadas pelo governo após ele assumir a presidência. “Nossa indústria de petróleo e gás recobrou o fôlego, percorreu uma jornada de recuperação como mencionei nos primeiros dias do nosso governo. Nós, ao assumirmos, encontramos uma crise bastante substanciosa”, disse.

Perseverança
O ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, que também estava no encerramento do Rio Oil & Gas 2018, revelou que as mudanças no setor passaram por intensas negociações com a Câmara e o Senado e que o governo não perdeu o sentido da perseverança. “Nós podemos dizer que o setor de óleo e gás voltou. Podemos dizer que o Brasil voltou porque conseguiu cumprir o dever de casa com uma política correta”, disse.

Para Moreira Franco, a definição de um calendário de rodadas da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a garantia da manutenção da concorrência e das informações disseminadas igualmente entre os investidores estão entre as medidas que ajudaram na recuperação do setor. “Reafirmo a confiança no setor e na nossa capacidade de negociação”, completou. Com Agência Brasil

PUBLICIDADE