Galo vence o Tombense e abre vantagem na decisão do Campeonato Mineiro

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

“Lutar, lutar, lutar” já diz o Hino ao Clube Atlético Mineiro. E foi assim, lutando até o final, que o Galo abriu vantagem na disputa pelo título do Campeonato Mineiro ao vencer o Tombense por 2 a 1, na noite desta quarta-feira (26), no Mineirão, no primeiro jogo da final do Estadual.

O adversário saiu na frente com um gol de pênalti, aos 17 minutos. Sasha empatou logo em seguida para o Atlético e Keno marcou o gol da vitória nos instantes finais da partida.

A finalíssima acontecerá às 16h do próximo domingo (30), novamente no Gigante da Pampulha. O Galo precisa de pelo menos um empate para ser campeão, já que o adversário joga por dois resultados iguais.

Maior vencedor da competição, com 44 conquistas, o Atlético disputa sua 14ª decisão consecutiva e pode ampliar ainda mais a sua hegemonia no estado.

O jogo
O Atlético dominou as ações no primeiro tempo, mas esbarrou na forte marcação exercida pelo adversário. Mesmo assim, o Galo conseguiu nove finalizações contra apenas duas do Tombense.

O primeiro ataque alvinegro foi no cruzamento de Savarino pela direita, cortado pela defesa. Em seguida, Savarino recebeu lançamento de Alonso pela direita e fez o cruzamento, a bola atravessou a área e Keno pegou a sobra do outro lado, mas o chute do atacante atleticano desviou no zagueiro.

Keno recebeu lançamento de Alonso aos sete minutos, na grande área pela esquerda, mas acabou deixando a bola escapar. Na jogada seguinte, Keno puxou contra-ataque e tentou enfiada de bola para Sasha, mas o goleiro Felipe saiu do gol para fazer a defesa.

Em novo ataque pela esquerda, Keno foi à linha de fundo e cruzou rasteiro para o corte da zaga. Em mais um lance de perigo, aos 14 minutos, Keno cruzou pela esquerda e Sasha deixou a bola escapar, mas conseguiu a finalização, defendida pelo goleiro Felipe.

O Atlético pressionava e Jair sofreu falta perto da área, Hyoran fez a cobrança e Felipe defendeu no canto esquerdo. Keno tentou dois cruzamentos pela esquerda e, em ambos, a defesa do Tombense levou a melhor pelo alto.

Aos 33 minutos, Jair sofreu falta na intermediária, Arana levantou a bola na área e Marrony cabeceou por cima do gol. No minuto seguinte, Arana arriscou de fora da área, com o pé direito, e exigiu outra boa defesa de Felipe.

Após cobrança de escanteio ensaiada, pelo lado direito do ataque atleticano, Keno dominou a bola na entrada da área e bateu colocado, mas a bola desviou no defensor do Tombense.

O Atlético insistiu e o goleiro Felipe fez outra defesa no cabeceio de Keno, após cruzamento de Guga pela direita. Na última tentativa da etapa inicial, Sasha quase conseguiu enfiada de bola para Keno na grande área pela esquerda, mas o passe foi interceptado.

O galo voltou para o SEGUNDO TEMPO com duas substituições: Marquinhos no lugar de Savarino e Alan Franco na vaga de Marrony.

O panorama do jogo não se modificou na etapa final e o Atlético seguiu pressionando. Na primeira tentativa, Guga cruzou pela direita e a zaga afastou o perigo. Logo depois, Guga arriscou de fora da área e Felipe fez a defesa no meio do gol.

Aos dois minutos, após cobrança de escanteio pela esquerda, Franco cabeceou para fora. O equatoriano fez bom cruzamento no ataque seguinte e Sasha, por muito pouco, não alcançou a bola na pequena área.

O Atlético tentou em novo cruzamento de Guga pela direita, cortado pela zaga do Tombense. Em boa jogada, aos nove minutos, Keno arrancou pela direita, tabelou com Franco pela direita e tocou na entrada da área para a finalização de Arana, defendida pelo goleiro.

Aos onze minutos, Marquinhos cabeceou após lançamento de Keno e exigiu grande defesa de Felipe, mas a arbitragem assinalou impedimento do atacante atleticano.

Após consulta no VAR, o árbitro marcou pênalti de Junior Alonso, aos 15 minutos. Rubens fez a cobrança e abriu o placar no Mineirão. Depois do gol, Hyoran foi substituído por Bruno Silva.

O Galo não se abateu e conseguiu o empate dois minutos mais tarde, com Eduardo Sasha, aproveitando rebote do goleiro após chute de Alonso de fora da área: 1 x 1.

Em outro ataque alvinegro, Arana cruzou rasteiro pela esquerda e o zagueiro fez o corte. Aos 22, Bruno Silva recebeu passe de Marquinhos na área, girou e concluiu sobre o gol.

O Galo atacava a todo instante e a defesa do Tombense cortou mais um cruzamento de Keno pela direita. Aos 31, Arana sofreu falta perto da área e a cobrança de Keno foi por cima do gol.

O técnico Jorge Sampaoli promoveu outras duas mudanças, substituindo Sasha e Guga por Allan e Mariano, respectivamente.

Aos 36, Rafael fez grande defesa no cabeceio de Matheus Lopes. O Atlético tentou mais uma vez em cruzamento de Keno pela direita, o zagueiro cortou e Mariano pegou a sobra, chutando forte para a defesa de Felipe.

Marquinhos quase conseguiu marcar duas vezes, aos 47, quando se esticou todo e não conseguiu desviar lançamento de Mariano, e aos 50, em chute de fora da área, defendido pelo goleiro Felipe.

O Atlético seguiu lutando pelo gol da vitória, que veio aos 52 minutos, em chute cruzado de Keno: Galo 2 x 1.

Ficha técnica
Atlético 2×1 Tombense
Competição: Campeonato Mineiro
Etapa: Final (jogo de ida)
Data: 26/08/2020
Estádio: Mineirão
Cidade: Belo Horizonte (MG)
Gols: Rubens (17′ – 2ºT); Eduardo Sasha (19′ – 2ºT), Keno (52′ – 2ºT)
Atlético: Rafael; Guga (Mariano), Junior Alonso, Réver, Guilherme Arana, Jair, Hyoran (Bruno Silva), Savarino (Marquinhos), Keno, Marrony (Alan Franco) e Eduardo Sasha (Allan). Técnico: Jorge Sampaoli.
Tombense: Felipe Garcia; David (Da Silva), Admilton, Matheus Lopes, João Paulo, Rodrigo (Falcão), Ibson, Serginho (Ramon), Marquinhos (Gabriel Lima), Rubens (Maycon Douglas) e Cássio Ortega. Técnico: Eugênio Souza.
Cartões amarelos: Jair (Atlético); Rodrigo, Marquinhos (Tombense)
Equipe completa de arbitragem:
Árbitro: Marco Aurélio Augusto Fazekas Ferreira
Assistente 1: Guilherme Dias Camilo
Assistente 2: Celso Luiz da Silva
4º Árbitro: Gabriel Murta Barbosa Maciel
5º Árbitro: Leonardo Henrique Pereira
Inspetor: Juliano Lopes Lobato
VAR: Emerson de Almeida Ferreira
AVAR 1: Wanderson Alves de Souza
AVAR 2: Frederico Soares Vilarinho
Observador de VAR: Renato Cardoso da Conceição
Com informações do Atlético

PUBLICIDADE
Don`t copy text!