Bryce Vine lança álbum de estreia

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Uma das promessas do rap atual e responsável por ocupar a 13ª posição na lista de artistas em ascensão da Billboard, Bryce Vine lança, nesta sexta-feira, dia 26 de julho, o álbum de estreia da carreira, “Carnival”. O projeto traz seis faixas inéditas além dos hits responsáveis por projetar o artista globalmente: “Drew Barrymore” (que já ultrapassou a marca de 44 milhões de views no YouTube) e “La La Land” feat. YG (que ocupa a 79º posição na Billboard Hot 100 e a 20ª posição no chart de Pop da públicação, 66º no TOP 100 da Rolling Stone e já ultrapassou 4 milhões de views no clipe oficial).

O lançamento de “Carnival” marca também o início da turnê de Bryce nos Estados Unidos, que celebra o projeto a partir deste sábado, dia 27 de julho, e já está confirmada para passar por dez cidades até novembro deste ano. A primeira apresentação acontece em Los Angeles, Estados Unidos, no The Fonda Theatre.

Uma mistura vibrante de hip hop e punk, com influências da cultura pop dos anos 90: esse é o estilo incomparável do rapper americano Bryce Vine. O primeiro álbum da carreira traz a personalidade marcante do artista, carregada de influências dos programas de ficção científica favoritos dele, relembrando como foi crescer no fascinante universo artístico de Los Angeles, Estados Unidos, e fazendo uma homenagem aos ícones e ídolos na música como Tupac, Blink 182 e OutKast.

Rotular a música de Bryce Vine é uma tarefa difícil, já que, nas composições do artista, encontramos desde o rap clássico, influência da adolescência, de quando ouvia rádio com o pai e descobria os versos de Tupac, até o toque do pop, que remetem às lembranças felizes da infância em Manhattan, Estados Unidos, onde viveu com a mãe, uma aspirante a atriz.

Diagnosticado na adolescência com depressão e déficit de atenção, foi na música que Bryce encontrou refúgio, e nos versos do rap, a voz. “O que me excitou foi o quão positivas as músicas soavam, mesmo que o assunto fosse sombrio”, lembra Vine. “A música era uma terapia para mim. Você sempre pode encontrar uma música sobre algo pelo qual está passando”.

Para Vine, o segredo deste sucesso é o encontro com os fãs, com a alma e os conflitos de quem ouve as músicas dele. “Falta a emoção honesta na música atualmente. Eu quero ser alguém que não seja contaminado, alguém por quem eles possam torcer”, revela o músico. “Quero juntar as pessoas e deixar o mundo um lugar melhor. Isso é o que me motiva”.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!