PM contará com 200 policiais para o jogo entre Venezuela e Argentina

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O esquema de policiamento para a partida entre Venezuela e Argentina pela Copa América 2019, amanhã (28), às 16h, no Maracanã, vai contar com 200 policiais militares do Batalhão Especializado de Policiamento em Estádios (Bepe) e do 6º BPM (Tijuca). Eles vão atuar nas partes interna e externa do estádio e nas escoltas das delegações e da arbitragem.

O patrulhamento inclui o apoio do Regimento de Polícia Montada (RPMont), do Batalhão de Ações com Cães (BAC) e do Batalhão de Choque, que estarão no entorno do estádio, nas vias de acesso ao Maracanã, como também nas estações de trens e metrô da região.

De acordo com a Secretaria de Estado de Polícia Militar Rio de Janeiro, para os dias de jogos da Copa América 2019 há reforço de policiamento no Maracanã e no espaço de exibição gratuita de jogos na Praça Mauá, no centro da cidade.

No esquema do Maracanã, os policiais do Bepe ficarão responsáveis pelo interior da arena. Já a área externa caberá ao 6ºBPM (Tijuca), ao Batalhão de Ações com Cães (BAC), ao Batalhão de Polícia de Choque (BPChq) e ao Regimento de Polícia Montada (RPMont). O reforço no patrulhamento nos ramais ferroviários ficará com o Grupamento de Policiamento Ferroviário (GPFer), especialmente por causa da movimentação na estação de trens do Maracanã, um dos principais modais de acesso ao estádio.

O monitoramento aéreo no perímetro do estádio será realizado pelo Grupamento Aeromóvel (GAM). Segundo a secretaria, o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) só atuará em caso de acionamento.

Centro

Também em dias de jogos, o 5ºBPM (Praça da Harmonia) e a unidade de Rondas Especiais e Controle de Multidões (Recom), contarão com 160 policiais no patrulhamento da região central da cidade.

Nas principais áreas turísticas do Rio, o Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPTur) estará presente para atender ao público visitante. O acompanhamento das vias expressas terá o reforço do Batalhão de Policiamento em Vias Expressas (BPVE).

Conforme a secretaria, as responsabilidades relacionadas à segurança pública são compartilhadas com outros órgãos no Centro Integrado de Comando e Controle Regional do Rio de Janeiro (CICCR) e no Centro Integrado de Comando e Controle Local (CICCL). “A atribuição da Polícia Militar é fazer o policiamento no perímetro das instalações”, informou a secretaria.

Limpeza

A Comlurb também montou um esquema para a região do Maracanã. A limpeza no entorno e nas ruas de acesso ao estádio, com os serviços de varrição, esvaziamento de papeleiras e contêineres, e remoção de resíduos vai empregar 41 garis e três agentes de limpeza urbana. Haverá ainda o apoio de dois veículos coletores e uma pipa d´água para a lavagem final, com água de reúso.

Segundo a companhia, 10 fiscais e um supervisor vão compor as equipes do Lixo Zero, que atuarão na fiscalização de descarte irregular de resíduos. Desde o início da competição, 94 pessoas foram autuadas no Maracanã e na Fan Fest do Boulevard Olímpico, na Praça Mauá, região portuária do Rio. Desse total, 43 foram autuadas por urinar em via pública e 51 por jogar pequenos resíduos no chão.

A Comlurb estará presente no Fan Fest no Boulevard Olímpico até o final da competição, no dia 7 de julho, tanto em dias de jogos do Brasil, como quando ocorrem partidas no Maracanã. A companhia reforçou também as equipes de limpeza nos locais de grande concentração de público e nas praias e principais pontos turísticos, como no entorno do Pão de Açúcar.

Para incentivar o descarte correto, a Comlurb disponibilizou 35 contêineres extras no entorno do Maracanã e 40 na Praça Mauá. A companhia recomenda aos torcedores que joguem o lixo apenas nos locais indicados, para evitar o acúmulo de resíduos irregulares em via pública e a aplicação de multas. Com Agência Brasil

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!