Jogos da Seleção em São Januário arrecadam 3.896 quilos de alimentos

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Os quatros jogos da Seleção Brasileira em São Januário, esta semana, renderam muito mais do que vitórias dentro do campo. A CBF fez o acesso dos torcedores a partir do ingresso solidário, trocando as entradas por donativos, e alcançou um bom resultado também fora do gramado. Com a participação da comunidade, foram arrecadados 3.896 quilos de alimentos não perecíveis, 312 agasalhos e 24 cobertores, que serão encaminhados a entidades beneficentes parceiras da Cruz Vermelha e do Mesa Brasil Sesc RJ.

Para o diretor de Competições da CBF, Manoel Flores, os jogos movimentaram o bairro e apresentaram os jogadores a todo o Brasil, já que tiveram transmissão ao vivo pelo Sportv. Flores destacou a presença marcantes de crianças e famílias que moram nos arredores do estádio do Vasco.

– A presença da torcida foi muito importante para os jogadores, apoiando em todos os momentos dos jogos, e para quem vai receber as doações. Foram duas tardes muito agradáveis de futebol e solidariedade. Contamos com o apoio do Vasco, que tem uma história ligada à preocupação com o social e abriu São Januário para as partidas – afirmou Manoel, responsável pela organização da partida.

De acordo com a representante do Sesc, a parceria com CBF foi um sucesso, pois a arrecadação de alimentos é a principal missão do projeto Mesa Brasil, uma vez que as doações fazem uma grande diferença na vida de pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

– Nesta iniciativa, fomos além e, juntos, proporcionarmos uma experiência única para 115 crianças atendidas por uma das instituições beneficiadas pelo Mesa Brasil, a Associação de Moradores da Barreira do Vasco. A garotada ganhou ingressos para assistir a uma partida e teve um dia especial recheado de solidariedade e alegria. Esperamos que esta seja a primeira de muitas parcerias – celebrou a coordenadora do Mesa Brasil Sesc RJ, Cida Pessoa.

O presidente da Cruz Vermelha Brasileira, voluntário Júlio Cals, lembrou que a solidariedade deve estar sempre ao lado do esporte, que é caminho de transformação social e presta suporte na formação de jovens em todo o país.

– Essa nossa parceria em conjunto com a CBF e o Sesc RJ me enche de orgulho. Com o resultado do ingresso social nesses jogos, a Cruz Vermelha Brasileira vai ajudar pessoas que precisam muito do nosso apoio – concluiu. Com site da CBF

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!