Ex-jogador da NBA deixa hospital após testar positivo para covid-19

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O ex-jogador de basquete norte-americano Patrick Ewing, que marcou época defendendo o New York Knicks na NBA (liga profissional de basquete dos Estados Unidos), recebeu alta ontem (25) e voltou para casa após ter testado positivo para o novo coronavírus (covid-19) na última semana.

Ewing, de 57 anos, que disputou 17 temporadas na NBA e que atualmente é técnico do time de basquete masculino da Universidade de Georgetown, compartilhou seu diagnóstico no Twitter na sexta (22) como uma forma de incentivar as pessoas a manterem uma postura segura diante da pandemia.

“Quero agradecer a todos os médicos e à equipe do hospital por cuidarem de meu pai durante sua internação, bem como a todos que colaboraram com pensamentos e orações desde o diagnóstico”, afirmou o filho do ex-jogador, Patrick Ewing Júnior, no Twitter.

“Meu pai agora está em casa e está melhorando. Continuaremos observando seus sintomas e seguindo as diretrizes do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos”, publicou.

Ewing foi a escolha número um no draft da NBA do ano de 1985, e entrou para o Hall da Fama da liga profissional de basquete dos Estados Unidos. Ele também ganhou duas medalhas de ouro olímpicas como membro do Dream Team dos Estados Unidos. Com Agência Brasil/Reuters

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!