Apagão atinge Venezuela novamente

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Pela segunda vez em pouco mais de 15 dias, a Venezuela vive um apagão. As autoridades do país atribuem a pane nos sistema elétrico a uma sabotagem de adversários políticos na Usina Hidrelétrica Simon Bolívar. Há 19 dias, Caracas e 20 das 23 regiões do país ficaram sem energia por um longo período.

Segundo o ministro das Comunicações, Jorge Rodríguez, afirmou que linhas de energia foram danificadas.

O apagão ocorre no momento em que a crise na Venezuela é intensa. No país, o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, insiste que é o líder legítimo. Porém, para parte da comunidade internacional, Juan Guaidó, autodeclarado presidente da República, é o líder reconhecido.

Acordos

Nos próximos dias, Rússia e Venezuela devem assinar 20 acordos de parceria. A determinação foi confirmada pelos governos dos dois países. A cooperação deve envolver as áreas de economia, comércio, cultura, energia e educação.

Em entrevista, divulgada na Rússia, Maduro agradeceu a a assistência humanitária à Venezuela.

Segundo ele, foram enviadas 300 toneladas de carga humanitária da Rússia, principalmente medicamentos. Com Agência Brasil / Com informações da TASS, agência pública de notícias da Rússia.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!