Pesquisadores veem possível relação entre aumento do contágio e turismo no Japão

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Uma equipe de pesquisadores japoneses afirma que a campanha de turismo Go to Travel, lançada em julho no Japão, pode ter contribuído em sua fase inicial para a propagação do coronavírus no país.

Chefiada por Nishiura Hiroshi, professor da Universidade de Kyoto, a equipe publicou um estudo a respeito na revista científica Journal of Clinical Medicine.

Os pesquisadores analisaram cerca de 4 mil casos da Covid-19 registrados por 24 províncias entre maio e agosto de 2020. Constaram que aproximadamente 20% dos casos estavam associados com viagens, isto é, envolviam indivíduos com histórico recente de deslocamentos ou que tinham estado em contato próximo com viajantes.

Uma análise mais detalhada mostrou que houve 127 casos relacionados com viagens nos primeiros cinco dias da campanha. O número foi 1,44 vez superior ao registrado em período equivalente da semana anterior.

O número correspondente a viagens de turismo foi 2,62 vezes maior.

A equipe diz não ser possível concluir que a campanha Go to Travel tenha levado a um aumento do contágio, dada a existência de diferenças regionais nas informações publicadas, mas não descarta esta possibilidade — ao menos em relação ao início da campanha.

A equipe de pesquisadores aponta a necessidade de haver maior comprovação científica para encontrar um equilíbrio adequado entre o controle das infecções e a normalização das atividades econômicas. Com informações da TV NHK do Japão

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!