Médicos de hospital alemão dizem que exames indicam envenenamento de opositor do presidente russo

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Médicos alemães que tratam o opositor russo Alexei Navalny em um hospital de Berlim disseram, ontem (24), que exames indicaram que ele foi envenenado antes de desmaiar em um avião na Rússia na semana passada.

Navalny, um crítico do presidente russo, Vladimir Putin, foi levado à Alemanha no sábado (22) para tratamento. O Kremlin disse não estar claro o que fez Navalny adoecer e que exames iniciais não mostraram que ele foi envenenado, como seus assessores afirmaram.

O Hospital Charité, de Berlim, disse que uma equipe de médicos o examinou detalhadamente após sua chegada. “Indícios clínicos mostram envenenamento com uma substância do grupo de inibidores de colinesterase”, disse o hospital em comunicado. “A substância específica envolvida continua desconhecida, e uma série adicional de exames abrangentes foi iniciada.”

Navalny é uma pedra no sapato do Kremlin há mais de uma década, mostrando o que considera corrupção de alto nível e mobilizando multidões de jovens manifestantes.

Ele foi detido diversas vezes por organizar reuniões públicas e comícios, processado devido às suas investigações sobre corrupção e impedido de concorrer a Presidência em 2018.

O governo alemão disse mais cedo que Navalny está sendo protegido no hospital devido a temores em relação à sua segurança.

“A suspeita é que o senhor Navalny tenha sido envenenado, dado que, infelizmente, a história russa recente teve vários casos suspeitos do tipo”, disse Steffen Seibert, o principal porta-voz da chanceler alemã, Angela Merkel, aos jornalistas. Com Agência Brasil/Reuters

PUBLICIDADE
Don`t copy text!