Consumo de álcool está relacionado a mais de 740 mil casos de câncer

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Um novo estudo liderado por cientistas da Agência Internacional para Pesquisas sobre o Câncer (Iarc), mostra que o consumo de álcool esteve associado a cerca de 740 mil novos casos da doença no ano passado.

Os dados publicados na quarta-feira (14), mostram que a maior parte dos afetados, ou 86%, estava ligada ao consumo pesado de bebidas alcoólicas, ou seja, mais de dois copos por dia.

Homens
Mas os cientistas chamam a atenção para a relação entre o consumo leve a moderado: mais de 100 mil novos casos de câncer foram detectados em pessoas que tomavam até dois copos de bebida alcoólica por dia.

A líder da pesquisa, Harriet Rumgay, destaca que “os dados mostram o peso global do câncer ligado ao consumo de álcool”. A especialista da Iarc explica que os homens representam 75% dos casos deste tipo, ou 567 mil.

Fígado e Esôfago
Ingerir bebidas alcoólicas faz aumentar o risco de cânceres na cavidade oral, na faringe, na laringe, no esôfago, no fígado, nas mamas e colorretal. Segundo a Iarc, os casos mais associados ao consumo de álcool foram de esôfago, com 190 mil casos; de fígado, com 155 mil casos e o de mama nas mulheres, com 98 mil casos.

As proporções de novos casos de câncer que poderiam ter sido evitados se ninguém consumisse álcool foram mais baixas no norte da África e na Ásia Ocidental. Já as mais altas seriam entre homens do leste asiático e da Europa Central e do Leste.

Fardo
A vice-chefe de pesquisas sobre o câncer da Iarc declarou que ingerir bebidas alcóolicas “tem um fardo substancial nos diagnósticos de câncer, no mundo todo”.

Isabelle Soerjomataram pede mais políticas e intervenções para aumentar a conscientização do público sobre esta relação e assim, tentar diminuir o consumo dessas bebidas. Com informações ONU News

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!