Olodum celebra dia mundial da África com a estreia de “Jerusalema Remix”

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O Dia Mundial da África – celebrado globalmente nesta terça-feira, dia 25 de maio – ganha uma homenagem especial da Banda Olodum: “Jerusalema Remix” – faixa original de Master KG em colaboração com Nomcebo. A música estreia no YouTube com um lyric vídeo inédito e promete vídeoclipe para os próximos dias. Quem quiser conferir, a faixa também pode ser ouvida nas redes sociais do coletivo de música: Instagram, Facebook, Twitter e TiKTok.

“O remix de ‘Jerusalema’, gravado no Pelourinho, templo do samba-reggae, o lugar de fé do Olodum, é uma homenagem às cidades sagradas de Uidá no Benin, Lalibela, na Etiópia, e Jerusalém, em Israel. É uma homenagem à fé, à esperança e à possibilidade de um mundo justo com amor, devoção e paz”, comentou João Jorge, Presidente do Olodum, sobre a estreia.

“Jerusalema” é um sucesso mundial, um verdadeiro viral de 2020, hoje com mais de 399 milhões de visualizações apenas no vídeoclipe da faixa. A versão original do músico e produtor sul-africano Master KG – que está no topo do mundo como um dos músicos mais condecorados da geração dele, ao ostentar o cobiçado Prêmio Afrima 2018, da diáspora continental e africana, na categoria Melhor Eletro e Dança; e Prêmio Afrimma 2019, como Melhor Home da África Austral, conta com a colaboração da vocalista multitalentosa Nomcebo Zikode.

O remix, além de pegar carona com o sucesso estrondoso da versão original, enaltece o trabalho do Olodum, que dá à “Jerusalema” um toque único com o samba-reggae, marca registrada da banda, em uma perfeita harmonia com a atual cena eletrônica produzida na África.

Um dos grupos percussivos brasileiro de maior relevância mundial, o Olodum, bloco-afro do carnaval de Salvador, na Bahia, foi fundado em 1979 com opção de lazer para os moradores do Maciel-Pelourinho, dando àquela comunidade uma nova oportunidade para brincar, de forma organizada e inclusiva, este que é um dos períodos mais festivos do Brasil. Além de bloco de carnaval e uma banda, o Olodum é hoje uma Organização Não Governamental do movimento negro brasileiro, com sede no Centro Histórico de Salvador. Entre as muitas contribuições com a sociedade, o Olodum desenvolve ações de combate à discriminação social, estimula a autoestima e orgulho do povo afro-brasileiro, defende e luta para assegurar os direitos civis e humanos das pessoas marginalizadas na Bahia e no Brasil e mantem o projeto social Escola Olodum, referência na educação complementar de crianças e adolescentes da cidade de Salvador.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!