Estados Unidos pretendem tratar na ONU de questões relacionadas a direitos humanos na China

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O secretário americano de Estado afirma que os Estados Unidos vão se manifestar em defesa de questões relacionadas a direitos humanos na China por intermédio do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas.

Antony Blinken expressou o compromisso em mensagem de vídeo dirigida quarta-feira (24) ao conselho. O ex-presidente americano Donald Trump retirou o país do conselho em 2018 pelo que o seu governo chamou de tendenciosidade contra Israel. Este mês, com Joe Biden na Presidência, os Estados Unidos retornaram ao conselho na condição de observadores.

O secretário de Estado afirmou que Washington pretende ter assento no Conselho de Direitos Humanos no período a se iniciar no próximo ano. Eleições para admissão no conselho estão programadas para outubro.

Blinken disse que os Estados Unidos vão se manifestar em defesa de valores universais quando atrocidades forem cometidas na região de Xinjiang Uygur ou quando liberdades fundamentais forem solapadas em Hong Kong. Com informações da TV NHK

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!