Terminam nesta segunda inscrições para Concurso Internacional do Queijo

Produtores de queijo têm até esta segunda, 25 de outubro, para se inscreverem no Concurso Internacional do Queijo, que será realizado durante a ExpoQueijo 2021 – Araxá Internacional Cheese, na região do Alto Paranaíba. A competição será nos dias 5 e 6 de novembro, nas dependências do Tauá Grande Hotel e Thermas de Araxá.

A expectativa é de que o concurso receba 800 queijos de 14 países produtores, que serão julgados por especialistas nacionais e internacionais. Eles irão apontar qual região produz os melhores queijos do mundo. As inscrições devem ser feitas acessando AQUI.

O Governo de Minas é apoiador do evento, com participação da Emater-MG na organização do concurso. “A Emater participou da construção do regulamento técnico, ela mobiliza os agricultores para as inscrições. No dia do concurso, um grupo de técnicos terá participação no júri. E outro grupo vai ajudar no recebimento dos queijos, na catalogação e na organização para o trabalho dos jurados”, explica a gerente da Divisão de Programas Especiais da Emater-MG, Mariza Flores.

Também são parceiros na promoção da ExpoQueijo 2021 a Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), o Sebrae-MG, o Sistema Faemg (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais), Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), Aqmara e prefeitura de Araxá.

Categorias do concurso
As categorias do Concurso Internacional do Queijo variam de acordo com a matriz leiteira (vaca, búfala, cabra e ovelha) e as tecnologias queijeiras. Cada produtor pode se inscrever em até três categorias. A participação no concurso só é aceita caso o produtor esteja em dia com registros dos Serviços de Inspeção Municipal (SIM), Estadual (SIE), Federal (SIF), e também o Sisbi (equivalência) ou Selo Arte, para produtos artesanais. Os queijos provenientes dos outros países seguirão as normas determinadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para entrarem em território brasileiro. As regras para envio também podem ser encontradas no site.

A curadoria da competição será realizada pela Organização Nacional de Provadores de Queijo (Onaf), com sede na Itália. A Onaf é reconhecida internacionalmente pela formação de provadores por meio de um método codificado e é referência mundial no trabalho de valorização dos queijos e preservação do sabor.

Queijo Minas Artesanal
Um dos destaques do concurso será a participação dos produtores do Queijo Minas Artesanal (QMA). Ele é uma iguaria herdada dos colonizadores portugueses e foi reconhecido pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) como Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro. O QMA precisa ser feito a partir do leite integral de vaca fresco e cru, retirado e beneficiado na propriedade de origem. O queijo deve apresentar consistência firme, cor e sabor próprios, massa uniforme, isenta de corantes e conservantes.

Na fabricação, além do sal e do coalho, é utilizado o pingo: um fermento natural extraído do soro da produção de queijo do dia anterior. A estimativa é de que o Queijo Minas Artesanal seja produzido por 9 mil pequenos produtores do estado.

Atualmente, Minas Gerais conta com oito regiões já reconhecidas como produtoras deste tipo de queijo: Araxá, Campo das Vertentes, Canastra, Cerrado, Serra do Salitre, Serras da Ibitipoca, Serro e Triângulo Mineiro.

ExpoQueijo 2021
O concurso mundial é uma das atrações da ExpoQueijo 2021 – Araxá Internacional Cheese. O evento terá 200 estandes para exposição de produtos e patrocinadores, praça de alimentação com espaço para restaurantes e food trucks, feira de negócios, área para apresentações culturais e espaço para oficinas, treinamentos e palestras. A Expoqueijo será promovida de 4 a 7 de novembro. Com informações da Assessoria de Comunicação da Emater-MG.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!