MG: Saúde diz que medidas de prevenção contra a covid-19 devem ser mantidas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) apresentou ontem (23) um balanço da pandemia em Minas Gerais, com dados atualizados da covid-19. O chefe de gabinete da pasta, João Pinho, destacou, mais uma vez, a importância da prevenção para controlar a taxa de transmissão da doença.

“Estamos vivendo um novo momento. Passamos pelo início da pandemia, depois o veio crescimento e agora estamos vendo essa estabilização com viés de queda no número de casos. Porém, não devemos mudar o nosso comportamento em relação à prevenção. É muito importante mantermos as medidas até alcançarmos um patamar bem mais baixo na taxa de transmissão”, reforçou João Pinho.

Até o momento, foram confirmados 276.314 casos em Minas Gerais. Estão em acompanhamento 26.983 pessoas e 242.434 já se recuperaram da doença. Nas últimas 24h, foram confirmadas 133 mortes, totalizando 6.897 óbitos. Dentre estes casos estão registros represados, como explicou o chefe de gabinete da SES-MG.

“Além das notificações de final de semana, que naturalmente chegam com um pouco mais de atraso, há também registros de até 20 dias atrás. Por isso, o correto é avaliar sempre a data de ocorrência do óbito, assim teremos um panorama mais claro do cenário da pandemia”, frisou João Pinho.

Redução na SRAG
Também foram apresentados os dados de hospitalização por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). De acordo com os registros por semana epidemiológica, o número de internações por essa causa já apresenta uma redução significativa, conforme o gráfico abaixo:

Medicamento em Casa
Durante a coletiva, o chefe de gabinete da SES-MG também anunciou que o Projeto Medicamento em Casa continuará sendo executado, contando agora com recursos próprios. Em cinco meses, cerca de 7 mil pacientes, em 12 municípios mineiros, foram beneficiados. A iniciativa foi implementada com doações de recursos financeiros da empresa de mobilidade urbana 99.

O projeto atende, atualmente, pacientes das Farmácias de Minas das regionais de Saúde de Juiz de Fora, Pouso Alegre, Coronel Fabriciano, Belo Horizonte, Divinópolis, Teófilo Otoni e Uberlândia. A SES-MG conta com o apoio da Defesa Civil do Estado, que colabora com a expertise em ações humanitárias emergenciais. Com Agência Minas

PUBLICIDADE
Don`t copy text!