MG: secretário destaca vantagens da testagem por saliva no combate à covid-19

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Desde o início da pandemia, mesmo diante da escassez mundial de testes, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) concentra esforços no aumento da capacidade de testagem para covid-19. Em coletiva virtual realizada nesta segunda-feira (24), o secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral, reforçou que a testagem por saliva terá o processo iniciado em todos os laboratórios do Estado nesta semana, destacando as diferenças desse tipo de exame em relação ao RT-PCR.

“Normalmente, o RT-PCR usa uma espécie de cotonete (swab) que é colocado no nariz e na cavidade oral. A partir de agora, passaremos a coletar através da saliva, o que simplifica o processo e dispensa o uso de peças em falta no mercado para a aquisição de testes RT-PCR”, explicou Carlos Eduardo Amaral. De acordo com o secretário, a testagem por RT-PCR será mantida para alguns casos específicos, por exemplo, para pacientes sedados que se encontram internados em terapia intensiva.

A nova forma de testagem é encabeçada pela Coordenação Estadual de Laboratório e Pesquisa da SES-MG, um grupo que conta com a participação de representantes da Funed, Hemominas, Fundação Oswaldo Cruz e Centro de Referência em Saúde do Trabalhador de Belo Horizonte (Cerest).

Média Móvel
Até o momento, foram 195.920 casos confirmados da covid-19 em Minas Gerais e 4.805 óbitos. Desse total de óbitos, 15 foram confirmados pela SES-MG nas últimas 24 horas. “As confirmações tiveram alguns picos nos últimos dias, o que pode ser considerado como representativo da mudança do nosso sistema de avaliação acompanhando o Sistema de Informação de Vigilância da Gripe (Sivep-Gripe)”, pontuou o Carlos Eduardo Amaral.

Flexibilizações
O secretário de Estado adjunto de Saúde, Marcelo Cabral, explicou as novas flexibilizações permitidas pelo plano Minas Consciente. “Especificamente em relação às academias, que antes se enquadravam na onda verde, caminhamos para que esses estabelecimentos possam funcionar, seguindo todos os protocolos de segurança, já na onda amarela”, afirmou.

Mesmo com as mudança e evoluções das ondas em várias regiões de Minas, o secretário Carlos Eduardo Amaral ressaltou a necessidade indispensável de manter os cuidados de prevenção à covid-19. “Aquelas pessoas que estão retornando progressivamente às atividades, reforçamos que ainda é fundamental seguir os cuidados básicos, como fazer uso de máscara e álcool gel, além de manter o distanciamento social. Isso é o que vai permitir que as nossas ondas do Minas Consciente possam progredir e trazer cada dia mais benefícios para sociedade”, disse. Com Agência Minas

PUBLICIDADE
Don`t copy text!