Força Estadual intensifica ações contra a Dengue em município mineiro

Com 166 casos confirmados por dengue até o dia 17 de maio, o município de Urucuia, no Norte de Minas, apresentou elevado índice de notificações, o que levou à intensificação do monitoramento e de ações de prevenção em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), por intermédio da Gerência Regional de Saúde (GRS) de Januária, no combate ao mosquito Aedes aegypti.

Ontem (23), uma equipe da Força Estadual da SES-MG, composta por 15 agentes, inicia as visitas domiciliares para tratamento focal, conscientização e mobilização da população no controle e redução do vetor, além de remoção de possíveis criadouros, e demais estratégias de acordo com as características do local.

A Força Estadual atua em quatro eixos: controle vetorial, assistência à saúde, vigilância epidemiológica, comunicação e mobilização. A equipe de campo ficará na cidade até o dia 3/6. A GRS de Januária realiza o monitoramento das notificações dos casos de dengue, zika e chikungunya nos 25 municípios de sua abrangência, devido ao período sazonal da proliferação do mosquito Aedes Aegypti.

Ações de prevenção
Desde 16/5, após liberação pela SES-MG, o veículo de Ultra Baixo Volume (UBV), está sendo utilizado no município, tendo em vista que as notificações registradas alcançaram o patamar de incidência acima de 300, o que preconiza a utilização do equipamento. O objetivo da ação é o bloqueio de transmissão do vetor da doença, sendo que neste momento o fumacê irá visitar todos os bairros de Urucuia, cumprindo três ciclos de aplicação.

O secretário municipal de Saúde, Rutilio Eugênio Neto, frisa que a prefeitura está disponibilizando todos os insumos necessários ,conforme cronograma para auxiliar na limpeza de quintais.

“Esse pacote de ações é de suma importância para prevenção e correção a fim de garantir que Urucuia ficará livre da dengue e outras doenças, proporcionando assim mais condições de saúde e qualidade de vida da população”, diz. Ele ressalta que além dos trabalhos que já vinham sendo realizados, como o bloqueio, feito pelos agentes de endemias, a borrifação pelo carro fumacê, inicia na próxima semana a ação da força tarefa Estadual. Além disso, foi firmada parceria com as outras secretarias para intensificar os trabalhos de educação, promoção e prevenção à saúde dentro do município. “Todos estão empenhados em combater a dengue dentro de Urucuia”, conclui.

A referência técnica de Arboviroses da GRS Januária, Marcus Orestes, ressalta que o trabalho de combate às arboviroses vem sendo realizado no município desde o início do ano, com capacitações dos agentes de endemias por meio de tratamento focal, pesquisa do LIRA/LIA, visitas quinzenais nos pontos estratégicos (PE), capacitação de uso do inseticida com UBV portátil. Segundo a referência, “o trabalho realizado não foi capaz de conter a proliferação do mosquito, necessitando neste momento da Força Estadual para o controle da transmissão das doenças”.

Papel da população
Além disso, o apoio da população é considerado muito importante e pode ocorrer com pequenas atitudes, como: tampar os tonéis e caixas-d’água; manter as calhas sempre limpas; deixar garrafas sempre viradas com a boca para baixo; manter lixeiras bem tampadas; deixar ralos limpos e com aplicação de tela; limpar semanalmente ou preencher pratos de vasos de plantas com areia; limpar com escova ou bucha os potes de água para animais; retirar água acumulada na área de serviço, atrás da máquina de lavar roupa.

Doença
A dengue é uma doença que pode levar a óbito rapidamente. Portanto, caso ocorra febre de dois a sete dias, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, e manchas vermelhas na pele, deve-se procurar uma unidade de saúde. Com Agência Brasil

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!