Em dia de festa no Mineirão, Galo vence e está na semifinal

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Em dia de festa com o maior público do ano no Mineirão (46.924), o Atlético venceu o Tupynambás por 3 a 1, neste domingo, no jogo único das quartas de final do Campeonato Mineiro. Os gols do Galo foram de Cazares (2) e Ricardo Oliveira.

Na semifinal, o adversário será o Boa Esporte ou a Caldense. O jogo de ida acontecerá no próximo final de semana.

#Galo111Anos – Em comemoração ao aniversário de 111 anos do Clube, uma série de atrações agitaram o pré-jogo no Mineirão, com shows do sambista Dudu Nobre e da ‘Seleção do Rap’, promoções e atrações infantis, que fizeram a alegria dos mais de 46 mil Atleticanos presentes ao estádio. O escudo comemorativo dos 111 anos do Galo e a frase ‘Parabéns, Massa’ foram inseridos nas costas das camisas utilizadas pelo time, acima dos números.

O JOGO

O Galo deu a saída e tentou o primeiro ataque no lançamento de Réver para Guga, mas a bola foi muito longa e saiu pela linha de fundo. Em seguida, Jair arriscou de fora da área e a bola saiu à direita do gol.

Aos quatro minutos, Luan driblou seu marcador na meia-lua e finalizou para a defesa do goleiro Renan. O controle do jogo era alvinegro. No ataque seguinte, Guga cruzou pela direita e a defesa do Tupynambás fez o corte pelo alto.

O Atlético pressionava e Fábio Santos tentou de fora da área, por cima do gol. Logo depois, foi a vez de Cazares arriscar chute de fora da área e exigir boa defesa de Renan Rinaldi.

Aos nove minutos, Cazares pegou a sobra de bola na entrada da área e tentou a conclusão, mas foi travado pelo zagueiro. O Galo seguiu no ataque e levou perigo após cobrança de escanteio pela direita e finalização de Ricardo Oliveira, mas a bola desviou em Jair.

David Terans sofreu falta perto da área, aos 22 minutos. O próprio uruguaio fez a cobrança e a bola explodiu na trave. Aos 28, Lua cruzou rasteiro pela direita e Cazares chutou de primeira para abrir o placar no Gigante da Pampulha: Galo 1 x 0.

O Atlético seguiu controlando as ações da partida. Aos 30 minutos, Luan cruzou pela esquerda e Jair cabeceou em cima do goleiro, que fez a defesa.

Ricardo Oliveira teve boa chance aos 32 minutos, quando recebeu lançamento de Luan e finalizou para a defesa de Renan. Quatro minutos mais tarde, Cazares fez boa jogada na grande área pela esquerda, mas foi travado pelo zagueiro.

Victor fez boa defesa aos 38 minutos, em cabeceio de Ademilson. No minuto seguinte, Fábio Santos cruzou rasteiro para trás e Ricardo Oliveira concluiu para a boa defesa de Renan. Já nos acréscimos, Jair chutou de longe e a bola saiu rente à trave.

Bruno Cantini/Atlético-MG

SEGUNDO TEMPO

O Atlético voltou para a segunda etapa com a mesma formação do primeiro tempo e seguiu dominando as ações. Nos dois primeiros ataques, ambos pela direita, a defesa do Tupynambás cortou os cruzamentos de Luan e Guga. Em seguida, Luan arriscou da entrada da área, por cima do gol.

Aos nove minutos, Luan tentou enfiada de bola para Terans, na grande área, mas o passe saiu com muita força. Em seguida, Ricardo Oliveira recebeu ótimo passe de Terans e chutou no travessão.

Jair e Terans foram substituídos por Elias e Maicon Bolt, respectivamente, aos 13 minutos. Aos 17, Cazares tabelou com Bolt e tocou no canto para fazer o segundo gol atleticano: Galo 2 x 0.

Aos 23, o árbitro marcou pênalti de Zé Welison sobre Igor Soares, sendo que a falta foi cometida fora da área. Ademilson fez a cobrança e diminuiu para o time visitante: Galo 2 x 1.

Em cobrança de falta da intermediária, aos 30 minutos, Cazares fez o levantamento para a área, mas a bola foi direto para as mãos do goleiro.

Cazares cobrou escanteio pela direita, aos 33, Igor Rabelli desviou de cabeça e Maicon Bolt, pressionado pelo zagueiro na segunda trave, não conseguiu completar para o gol.

Aos 35, Ricardo Oliveira sofreu falta perto da área, ele mesmo cobrou e mandou bola no ângulo: Galo 3 a 1.

O Atlético passou a cadenciar o jogo e Réver ainda salvou uma bola em cima da linha, assegurando a classificação para a semifinal do Estadual.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO 3 x 1 TUPYNAMBÁS

Competição: Campeonato Mineiro
Etapa: quartas de final (jogo único)
Data: 24/03/2019
Estádio: Mineirão
Público: 46.924
Renda: 513.148,00
Gols: Cazares (28’/1ºT)(17’/2ºT), Ademilson (27’/2ºT), Ricardo Oliveira (36’/2ºT)
Cidade: Belo Horizonte (MG)
Cartões amarelos: Jair (Atlético); Igor Soares (Tupynambás)
Cartão vermelho: Vitinho (Tupynambás)

Equipe de Arbitragem
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (CBF/MG)
Assistentes: Ricardo Júnio de Souza (CBF/MG) e Magno Arantes Lira
4º Árbitro: Michel Patrick Costa Guimarães (CBF/MG)
5º Árbitro: Fernanda Nandrea Gomes Antunes (CBF/MG)
Assistente Adicional 1: Marco Aurélio Fazekas
Assistente Adicional 2: Gabriel Murta Barbosa
Instrutor: Carlos Henrique Tosta

Atlético
Victor; Guga, Réver, Igor Rabello, Fábio Santos, Zé Welison, Jair (Elias), Luan, Cazares, David Terans (Maicon Bolt) e Ricardo Oliveira. Técnico: Levir Culpi.

Tupynambás
Renan Rinaldi; Gustavo, Adriano, Felipe Gregory, Lucas Hipólito, Léo Salino (Guilherme), Marcel, Anderson (Igor Soares), Matheus Pimenta (Eraldo), Núbio Flávio e Ademilson. Técnico: Paulo Campos.
Com site do Atlético-MG

PUBLICIDADE
Don`t copy text!