Ederson defende pênalti, e Manchester City fatura Copa da Liga Inglesa

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Na tarde deste domingo (24), o Manchester City conquistou seu sexto título da Copa da Liga Inglesa da história. E o brasileiro Ederson foi fundamental para a equipe comandada por Pep Guardiola levantar o troféu. Após boa atuação durante o 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação diante do Chelsea, o goleiro defendeu uma cobrança de pênalti e garantiu o triunfo por 4 a 3 dos Citizens no Wembley.

O clássico nacional entre Manchester City e Chelsea lotou o Wembley neste domingo. No primeiro tempo, os Blues partiram para o ataque, mas encontraram um City que avançava suas linhas de marcação e não deram muito espaço para o adversário. Assim, a primeira etapa acabou sendo de um jogo muito tático, com poucas chances de gols.

Na volta do intervalo, os torcedores finalmente puderam sentir o clima de clássico que o jogo pedia. O Manchester City tentou pressionar a saída de bola e forçar o rival ao erro. Já o Chelsea arriscou nos contra-ataques para levar perigo. Apesar das boas investidas dos dois times, o placar não foi alterado. Em um das chances, pelo lado dos Blues, o brasileiro Willian cobrou falta pela esquerda e viu Ederson se esticar para jogar para escanteio e confirmar a prorrogação na partida. Na última etapa do confronto, o ritmo seguiu intenso, mas o 0 a 0 permaneceu no placar.

Nas cobranças de pênaltis, o brasileiro Ederson brilhou logo na primeira batida. Jorginho cobrou para o Chelsea, e o goleiro fez a defesa. Depois, o City converteu com Gündogan, Agüero e Bernardo Silva para vencer por 4 a 3 e conquistar o título da Copa da Liga Inglesa.

Após a conquista, o técnico Pep Guardiola fez questão de exaltar a atuação da equipe nas cobranças de pênaltis.

– Estou muito feliz. Foi uma performance incrível na disputa de pênaltis. Tudo pode acontecer com as penalidades. Estamos felizes por ter ganho um troféu de forma consecutiva pela primeira vez. O importante com as penalidades é mostrar personalidade e nós conseguimos – disse o comandante.

Além de Ederson, o Manchester City ainda teve os brasileiros Fernandinho e Danilo em campo. Reclamando de dores, o volante deixou a partida ao fim do segundo tempo, não voltando para a prorrogação. Do lado do Chelsea, Willian e David Luiz foram titulares. Com site da CBF

PUBLICIDADE
Don`t copy text!