Procura de micro e pequenas empresas por crédito cresceu em maio

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A busca das empresas por crédito registrou alta de 2,6% em maio de 2021 na comparação com o mês anterior. De acordo com o Indicador de Demanda das Empresa por Crédito da Serasa Experian, os micro e pequenos negócios tiveram o maior crescimento, também com 2,6%, enquanto os médios marcaram 2,5% e os de grande porte 1,5%.

Segundo o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, o relaxamento das medidas restritivas ligadas a pandemia no país fez com o que os donos de negócios ficassem mais confiantes. “Muitas empresas voltaram a trabalhar com restrições mais sutis no início de maio, o que trouxe mais fôlego ao capital de giro. Por isso, os empreendedores sentem mais segurança na tomada de crédito, embora ainda precisem usá-lo suprir necessidades de caixa”.

O comparativo mensal por setor mostrou que a Indústria foi a área que mais demandou por crédito, com alta de 3,0%. Para o comércio a expansão foi de 2,8% e o segmento de Serviços marcou 2,4%. “Enquanto o setor de Serviços ainda não retornou ao patamar pré pandemia, as empresas industriais têm condições melhores na busca pelo recurso financeiro, já que estão em uma fase consistente da retomada econômica que acompanha a elevação do PIB”, finaliza o economista.

A análise regional revelou crescimentos em todo o país, exceto para região Sul, que teve queda de 2,2%. O destaque positivo fica para o Sudeste, com um aumento de 4,5%. Em sequência estão o Norte (4,1%), Nordeste (3,8%) e Centro-Oeste (1,5%).

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!