Ministério da Justiça autoriza permanência de força-tarefa em presídios do RN

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Sumaia Villela/Agência Brasil

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Osmar Sarraglio, autorizou a permanência da Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária (FTIP) por mais 30 dias em Natal, capital do Rio Grande do Norte. A portaria n° 426 foi publicada no Diário Oficial da União desta terça (23). Segundo o ministério, o prolongamento da intervenção foi um pedido do governador Robinson Faria.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Os agentes federais de Execução Penal do Departamento Nacional Penitenciário (Depen), auxiliados pelos agentes cedidos pelo governo do estado do RN, atuariam até quarta (24) . Para o governador, a permanência da força-tarefa é fundamental, devido à reforma dos pavilhões 1 e 2 da Penitenciária Estadual de Alcaçuz. Os agentes cooperam nas atividades de guarda, vigilância e custódia de presos.

Os agentes da força-tarefa atuam na penitenciária desde de 26 de janeiro, após uma rebelião causada por brigas de facções rivais, que destruiu os pavilhões 1 e 2. O motim provocou a morte de 26 detentos.

A FTIP foi criada pelo Ministério da Justiça com o objetivo de apoiar estados com dificuldade nas penitenciárias. A atuação em Alcaçuz é a primeira experiência da força-tarefa. Com Agência Brasil

PUBLICIDADE
Don`t copy text!