Pará de Minas: foragida da justiça é presa com quase 100 pedras de crack

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Divulgação/Polícia Militar
Divulgação/Polícia Militar

Policiais militares prenderam uma mulher de 42 anos, o filho dela de 20 anos e um terceiro indivíduo de 21 anos. Também apreenderam em uma das residências da mulher, 98 pedras de crack, embaladas para o comércio com papel alumínio.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Na mesma ação desencadeada no fim da tarde de sexta-feira (21), foi apreendida outra pedra de crack um pouco maior, que se fracionada geraria cerca de 50 pedras do tamanho geralmente vendido no tráfico de drogas, além de uma balança de precisão, R$340,00 em dinheiro e um caderno com anotações sobre a venda de drogas, além de dois pássaros da fauna silvestre, sem qualquer registro, sendo acionada a Polícia Militar do Meio Ambiente.

Divulgação/Polícia Militar
Divulgação/Polícia Militar

Os militares executaram as ações com base em Mandado de Busca e Apreensão, expedido pela Justiça da Comarca de Pará de Minas, com base em denúncias anônimas e informações apuradas pelo serviço de inteligência da Polícia Militar.

Foram efetuadas buscas em duas residências da autora, uma no bairro São Cristóvão, onde ela foi presa, sendo que também havia Mandado de Prisão para ela e outra casa na rua A, Morro de Santa Cruz, onde os militares encontraram a droga e os outros dois autores de 20 e 21 anos.

Divulgação/Polícia Militar
Divulgação/Polícia Militar

O trio foi preso e encaminhado para a Delegacia Regional de Polícia Civil em Pará de Minas, juntamente com o material apreendido.

A autora e seu filho eram alvos de inúmeras denúncias pelos telefones 190 e 181, Disque Denúncia Unificado, indicando que eles praticavam tráfico. A Polícia Militar já havia feito outras incursões anteriores em suas residências pelo mesmo motivo.

Divulgação/Polícia Militar
Divulgação/Polícia Militar

Além de um forte aparato do efetivo local, a Polícia Militar empregou na ação também uma equipe da Ronda Ostensiva Com Cães (ROCCA) da 7ª Companhia da Polícia Militar de Policiamento Especializado, nova denominação da antiga 7ª Companhia da Polícia Militar de Missões Especiais.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
Don`t copy text!