Brasil tem 1,5 milhão de piscinas olímpicas de esgoto despejado sem tratamento

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), do Ministério do Desenvolvimento Regional, revelam que o Brasil trata apenas 26% do esgoto em relação ao total de água produzida e disponível para consumo.

O resultado é que toneladas de esgoto são despejadas diariamente sem tratamento na natureza. O esgotômetro idealizado para marcar o volume desse material pela ABCON, entidade das concessionárias privadas de saneamento – em parceria com o Trata Brasil, está próximo de atingir 1,5 milhão de piscinas olímpicas de esgoto vertidas em rios e mananciais, apenas neste ano. O painel pode ser consultado AQUI.

A expectativa é que o volume total de esgoto jogado sem tratamento na natureza supere os 2 milhões de piscinas olímpicas até o final do ano.

A única alternativa para evitar esse quadro catastrófico é tornar mais competitiva e eficiente a operação das concessões de água e esgoto no Brasil, hoje concentrada nas mãos das companhias estaduais de saneamento, que operam em mais de 70% dos municípios. Muitas dessas empresas não possuem recursos para investir, diante da crise fiscal, e chegam a ter perdas de 70% da água produzida. As regiões Norte e Nordeste são as mais afetadas pela falta de saneamento.

“Precisamos aprovar um novo marco legal para o saneamento, que traga mais segurança jurídica e atraia mais investimentos da iniciativa privada. É necessário mais competição no setor, para que a prestação do serviço de saneamento para a população seja mais eficiente. O tema é urgente”, afirma Percy Soares Neto, diretor-executivo da ABCON, lembrando que o assunto está sendo analisado por meio de projeto de lei na Câmara, após a provação do texto do PL 3261, do senador Tasso Jereissati.

Banheiro
Jack Sim, criador do Dia Mundial do Banheiro, estará em São Paulo segunda-feira (23 de setembro) para falar sobre o 19• Encontro Mundial de Saneamento – WORLD TOILET SUMMIT BRASIL 2019 – a ser realizado de 17 a 19 de novembro no Hotel Renaissance, em São Paulo (SP). Jack vai abordar as questões do saneamento pelo mundo e os problemas relacionados à falta de um banheiro. Este aquecimento também terá a presença do Instituto Trata Brasil, Rede Brasil do Pacto Global (ONU) e SABESP.

Don`t copy text!