Diário Escolar Digital contribui para melhoria no aprendizado dos estudantes

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Agilidade no registro de frequência e nota dos alunos, monitoramento do desempenho e otimização do tempo em sala de aula. Esses são os principais ganhos comemorados por educadores da rede estadual de ensino com o uso do Diário Escolar Digital (DED).

Com mais de dez anos na rede estadual de ensino, João Paulo de Araújo, diretor da Escola Estadual Dr. Pompílio Guimarães, no distrito de Piacatuba, em Leopoldina, reconhece o dinamismo do DED. “É uma ferramenta que possibilita maior aprendizado do aluno, porque o professor gasta menos tempo com essa atividade em sala de aula. Ela permite lançar frequência e notas no modo offiline e, quando tiver internet, fazer a sincronização e fica tudo salvo”, explica.

O DED está disponível na Play Store para dispositivos Android. Ele permite o registro da frequência e do aproveitamento dos estudantes nas aulas e atividades previamente cadastradas no portal WEB para o bimestre em aberto. O aplicativo começou a ser utilizado na rede estadual de ensino em 2017.

Monitoramento
Para o professor de Filosofia, Luiz Orione, da Escola Estadual Irmã Gislene, em Patrocínio, a agilidade na geração dos relatórios de desempenho dos estudantes é um dos pontos principais do Diário Escolar Digital.

“Não há dúvida de como o sistema é eficiente, principalmente na geração de relatórios. Eu levo meu celular para a sala, faço chamada e logo consigo extrair o relatório de frequência do aluno. Também consigo lançar as notas, o que me ajuda a realizar ações de intervenção semanalmente e não apenas no final do bimestre. Pelos relatórios gerados posso saber, por exemplo, quais alunos estão com desempenho bom, mediano e fraco”, diz o professor.

No momento em que a Secretaria de Estado de Educação (SEE) comemora os índices históricos de lançamento de frequência, o professor de História da Escola Estadual Professor Hilton Rocha, em Belo Horizonte, Arlen Luiz da Costa, destaca que o DED é uma ferramenta que veio para revolucionar. “Recebemos diagnósticos dos alunos muito mais rápido. Além disso, eu consigo utilizar no computador ou no próprio celular”.

O educador, que leciona há 21 anos, pontua ainda a importância do uso diário do aplicativo e do lançamento tempestivo das notas e frequência. “É muito importante. É o nosso trabalho e precisamos dar essa resposta aos alunos e à comunidade. Além de lecionar, é também nossa função saber se aquele aluno está frequentando a aula e o quanto ele rendeu naquele conteúdo”, conclui.

Melhorias
Além de otimizar o trabalho do professor, o Diário Escolar Digital também desempenha papel importante no trabalho dos educadores, como conta Rivânia Camargos, especialista educacional da Escola Ari da Franca, de Belo Horizonte.

“Quando os pais vêm à coordenação, já tenho em tempo real as informações dos alunos. Conforme os professores vão inserindo os dados, eu consigo saber se tenho que realizar alguma intervenção com aluno infrequente ou ver se o aluno que estava em recuperação conseguiu se recuperar as notas. Me ajuda muito também no Conselho de Classe, porque tenho de forma rápida as informações que preciso.”

Para que o DED seja cada vez mais eficiente, a Secretaria de Estado de Educação e a Prodemge estão trabalhando para deixar o sistema ainda mais funcional para os profissionais da educação. A partir do segundo semestre o aplicativo será disponibilizado também no Sistema iOS, haverá mudanças na interface da ferramenta e melhorias técnicas contínuas que irão dar mais agilidade à plataforma. Com Agência Minas

Don`t copy text!