Sai EP de Thabata produzido por Rick Bonadio

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

A cantora potiguar Thabata, que após lançar-se no mercado, acabou sendo convidada por Ximbinha para formar par com ele (no lugar de Joelma) na banda Xcalypso, está de volta à fase solo. Após a experiência de pouco mais de três meses ao lado de guitarrista paraense – ela saiu por divergências concentuais –, Thabata se afastou por quase três anos do mercado. No ano passado, num determinado dia, quando estava desacreditada da música, resolveu fazer uma live em rede social cantando.

O produtor Rick Bonadio assistiu a live e pensou na hora em convidá-la para um projeto com sonoridades do Norte e Nordeste do país, de guitarrada a cúmbia e merengue. Eles se falaram e um ano depois, o que Thabata se refere como “presente de Deus” sai em forma de EP com quatro músicas, lançado pela Midas. A faixa “Credo, Que Delícia” abre a porta com tudo o que tem direito – referência às guitarradas do Pará, ao calypso (gênero), ao tecnomelody, sintetizador e urgência na letra: “Tô cansada de me ver/No seu TBT/Você é meu passado/Não tô nem aí pra você/(…)O mundo dá mil voltas/Posso me arrepender”.

O timbre imponente de Thabata sobressai em “Fim da Solidão”, onde o tecnomelody fica explícito na riqueza de componentes que o formam – algo como carimbó encontra maxixe e merengue em uma festa regada a Jovem Guarda. O trabalho viaja ainda mais na latinidade em “Sessão Privê”, com violão quase flamenco e os ingredientes todos já citados, dosagem alta de Reggaeton e pé na tábua em cúmbia e merengue. Calma que ainda falta “Chicletim”, que faz um mexidão de tudo com tempero de axé e lambada entre efeitos eletrônicos. Com Portal Sucesso

PUBLICIDADE
Don`t copy text!