Turismo mundial cresceu 4%, mas continua abaixo dos níveis pré-pandêmicos

A Organização Mundial do Turismo (OMT), anunciou que o desempenho global do setor em 2021 teve uma alta de 4%, em comparação com o ano anterior.

O relatório mais recente da agência destaca, no entanto, que as chegadas de turistas internacionais estiveram 72% abaixo de 2019, antes da pandemia.

Turistas
O Barômetro Mundial de Turismo de 2022 revela que o aumento na taxa de vacinação e o relaxamento das restrições de viagem, devido à maior coordenação e protocolos transfronteiriços, liberou a demanda reprimida.

No segundo semestre do ano passado, houve uma recuperação do turismo internacional, mas as chegadas em dezembro ficaram 65% abaixo dos níveis de 2019.

A análise feita por um painel de especialistas da OMT destaca que a maioria dos profissionais do setor, cerca de 61%, prevê melhores perspectivas para 2022.

As viagens deverão recuperar para cerca de 58%. No entanto, para cerca de 64% a esperança é que as chegadas internacionais retornem aos níveis pré-pandemia em 2024 ou mais além.

Vacinação
Para uma recuperação efetiva do turismo internacional, o Índice de Confiança da OMT destaca que deve haver uma implantação rápida e mais ampla da vacinação.

Outros fatores determinantes são um maior levantamento das restrições de viagem, coordenação e fornecimento de informações mais claras sobre os protocolos de viagem.

Após um ligeiro declínio entre janeiro e abril de 2022, espera-se que estes aspectos possam determinar a recuperação.

O relatório afirmou que as chegadas de turistas internacionais poderão crescer de 30% a 78% este ano, em comparação com 2021.

Recuperação
No entanto, os níveis das visitas ainda estariam entre 50% e 63% abaixo do pré-pandemia.

Nos países que têm “grandes mercados domésticos”, o turismo interno continua a ajudar na recuperação do setor de viagens.

Os especialistas da OMT apontam tendências como “turismo doméstico”, “viagem próximo de casa”, “atividades ao ar livre”, “produtos baseados na natureza” e “turismo rural” entre as principais que devem moldar o setor em 2022. Com ONU News

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!