Governo de MG fatura R$ 48,2 milhões com a venda de imóveis não utilizados

A MGi – Minas Gerais Participações S.A., em parceria com a Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais (SEF/MG), por meio da Subsecretaria do Tesouro Estadual, alcançou números recordes na comercialização de imóveis da carteira do Estado de Minas Gerais, representando um resultado histórico. Foram arrecadados R$ 48,2 milhões com a venda de bens de não uso pertencentes ao estado.

Além da carteira do estado, em 2021 foram ainda comercializados R$ 744.080,00 em imóveis da própria MGi, somando R$ 1.695.392,00 desde 2019.

A companhia também vem buscando firmar parcerias com as demais entidades públicas estaduais da administração indireta para a comercialização dos bens pertencentes a outros órgãos e, em 2021 já foi possível comercializar um imóvel propiciando a arrecadação de R$ 701.000,00 ao Departamento Edificações de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais – DER/MG.

Os imóveis foram vendidos através de concorrência pública, com abertura de envelopes feitas com a presença de concorrentes e ainda com transmissão ao vivo, facilitando a participação dos clientes à distância em todo o processo, garantindo transparência, publicidade e isonomia entre os participantes do certame. Com Agência Brasil

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!