Ações das forças de segurança continuam na zona norte do Rio

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Fernando Frazão/Agência Brasil

As forças militares seguem ocupando hoje pela manhã (21) os complexos do Alemão, Penha e Maré, no Rio de Janeiro. É o quarto dia consecutivo de operações na região que tem 26 comunidades e cerca de 550 mil habitantes. No início da noite de ontem, um trecho da Linha Vermelha chegou a ser fechado e as operações do BRT na região foram interrompidas.

Na megaoperação, até o momento sete pessoas foram mortas, cinco suspeitos e dois militares. O cabo Fabiano de Oliveira Santos foi ferido no ombro, chegou a ser socorrido, mas acabou morrendo a caminho do hospital. Ele foi o primeiro militar do Exército morto no contexto da intervenção federal na segurança pública do Rio, iniciada em fevereiro deste ano.

No inicio da noite de ontem, o Comando Militar do Leste (CML) divulgou a morte do segundo militar, o soldado João Viktor da Silva, com um tiro na cabeça.

O soldado Marcus Vinicius Viana Ribeiro sofreu um ferimento na perna e seu estado inspira cuidados, mas ele não corre risco de vida

Sessenta pessoas foram presas, 14 armas foram apreendidas, sendo 5 fuzis. E mais: 1.045 munições, 7 carregadores, 554 Kg de maconha em tablete, 1 moto, 1 colete a prova de balas, 5 reféns libertados e duas barricadas retiradas. Cerca de 4.600 foram revistadas. Com Agência Brasil

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
error: Conteúdo Protegido!