Represa em Juquitiba-SP corre risco de rompimento

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Uma represa privada, na cidade de Juquitiba, região metropolitana de São Paulo, corre o risco de se romper. A barragem é pequena, um açude de 45 mil metros cúbicos, informou o Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE). De acordo com a prefeitura de Juquitiba e o DAEE, todas as providências já foram tomadas para evitar o rompimento da represa, localizada no bairro das Senhorinhas. Juquitiba é uma cidade onde há uma grande quantidade de pequenas represas.

Como medida preventiva, as aulas na Escola Estadual Eliana Fischer Bambi Delfino Pinto, que fica a 800 metros do açude, foram suspensas. A escola tem cerca de 500 alunos. Segundo nota do DAEE, um novo parecer técnico vai definir se haverá necessidade de realocar os estudantes. Todo o conteúdo pedagógico será reposto e a previsão inicial é de que as aulas sejam retomadas a partir da próxima semana.

Segundo a prefeitura do município, além da escola, uma estrada vicinal foi interditada.

Para evitar o rompimento, técnicos do DAEE estão no local para iniciar o bombeamento de água e acompanhar os trabalhos da prefeitura, que vai executar uma obra de contenção. O bombeamento, segundo a prefeitura, foi iniciado hoje. A previsão é de que as obras terminem na sexta-feira (24).

Segundo a prefeitura, o rompimento dessa represa poderia comprometer outras três represas subsequentes, causando um efeito cascata e chegando até a escola. A prefeitura informou ainda que o proprietário poderá ter que arcar com as despesas das obras de contenção da represa.

A barragem não está em terreno estadual e não se enquadra na Lei Nacional de Segurança de Barragens. Com Agência Brasil

Don`t copy text!