Michel Temer manda recado para quem aposta em notícia falsa para se beneficiar

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Antonio Cruz/Agência Brasil

Ao discursar nesta quarta (20) em seminário sobre fake news (notícias falsas), o presidente Michel Temer alertou que no período eleitoral algumas pessoas podem apostar na desinformação em busca de se beneficiar nas eleições de outubro.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

“Muitas vezes no período eleitoral, como lembrava o eminente presidente Fux (Luiz Fux, presidente do Tribunal Superior Eleitoral), haverá aqueles que apostam na desinformação de olho nos próprios interesses”, disse o presidente no Seminário Impacto Social, Político e Econômico das Fake News, da Associação Brasileira de Rádio e Televisão (Abratel). Antes do presidente, o ministro Luiz Fux disse que as notícias falsas podem prejudicar um pleito eleitoral e o processo democrático.

Temer disse que a desinformação é um mal para o país, e avaliou que o mais importante no pleito de outubro deve ser votar em projetos e não em candidatos. “Dai, sim, você estará fazendo algo pelo país, porque as desinformações, a malemolência de candidatos ao fundamento de que não vou dizer isso porque perco o eleitorado tal, é um mal para ao país”, disse.

O presidente defendeu a liberdade de imprensa como um pilar essencial da democracia. Segundo ele, “a imprensa livre e a democracia são irmãs siamesas e uma não existe sem a outra”. Temer acrescentou que as sociedades que valorizam e promovem a livre divulgação de ideias são sociedades mais fortes e mais dinâmicas.

“É a circulação desimpedida de informações e opiniões que garante o ambiente adequado para que cada indivíduo forme livremente as suas convicções. Num estado totalitário você tem uma única direção da imprensa e essa formatação da imprensa é que acaba formando as consciências”.

Para Temer, o avanço tecnológico traz virtudes e defeitos. A virtude seria difundir mais rápido e amplamente o que acontece no país e no mundo. O defeito, segundo o presidente, é o do caráter de quem utiliza a internet para desinformar com as fake news. Com Agência Brasil

PUBLICIDADE
Don`t copy text!