Cai número de acidentes de trânsito com vítimas fatais em São Paulo

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Agência Brasil/EBC

O número de vítimas em acidentes de trânsito no estado de São Paulo diminuiu 14,1% em maio deste ano na comparação com o mesmo período do ano passado. Foram registrados 445 óbitos neste mês. No acumulado do ano, a redução é de 7,9%, com 2.087 fatalidades em 2018 contra 2.267 no ano passado.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Os dados foram divulgados pelo Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, programa do governo paulista que visa reduzir pela metade o número de óbitos. Com 28,4 milhões de veículos, o estado tem a maior frota do país, representando 28,9% do total nacional. Somente na cidade de São Paulo são 8,1 milhões.

De acordo com levantamento do Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga SP), nos primeiros cinco meses deste ano 1.157 pessoas foram vítimas de acidentes de trânsito entre 18h e 6h, o que equivale a 55% do total (2.087).
Estatísticas
Em maio, os motociclistas lideraram as estatísticas e corresponderam a 35,2% das vítimas (157 fatalidades), seguido por pedestres (27,6%), ocupantes de automóveis (22,9%) e ciclistas (9,6%). A maior parte dos acidentes ocorre à noite, nas madrugadas (54,3%) e nos finais de semana (37,8%). Jovens com idades entre 18 e 29 anos correspondem a 28,3% das vítimas (126 ocorrências) e os homens representam 82,3% dos casos.

“As ações promovidas pelo Movimento Paulista, em parceria com municípios, iniciativa privada e departamentos do governo de São Paulo, buscam conscientizar este público. Um exemplo foi a realização, em maio, da segunda edição do projeto para motociclistas, que une educação e fiscalização, e tem como objetivo mobilizar os municípios a difundir, junto a esse público, a pilotagem defensiva e segura e o espírito de cidadania”, disse o diretor técnico do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, Evandro Vale.

Usuários de moto somaram 157 vítimas em maio, mas com redução de 5,4% na comparação com 2017 (166 casos). Já 123 fatalidades vitimaram pedestres, redução de 14% (143 óbitos), seguido por ocupantes de automóveis, com 102 vítimas (-25,5%, 137 casos). Os ciclistas fazem parte do único grupo que apresentou aumento no mês. Foram 43 fatalidades em maio, contra 32 no ano passado, aumento de 34,4%. Com Agência Brasil

PUBLICIDADE