Festa do Azeite Novo movimentará município mineiro de Maria da Fé

A Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) vai participar da programação da Festa do Azeite Novo, que acontecerá entre os dias 15 e 17 de abril, em Maria da Fé (MG). O evento, que chega a sua terceira edição, volta ao formato presencial, com uma programação diversificada e com maior envolvimento dos produtores.

“Nós da Epamig participamos da idealização da primeira Festa do Azeite Novo, em 2019, que foi um marco para a divulgação das tecnologias para olivicultura, tanto para produtores, quanto para os setores de consumo, gastronomia e turismo. Também na edição virtual de 2020, fizemos parte da equipe de realização do evento. Neste ano, o interessante, o fator novo, é o envolvimento do setor produtivo na organização. A Epamig entra como apoiadora e continua cumprindo seu papel na difusão da olivicultura na região”, destaca o engenheiro agrônomo, Pedro Moura.

O pesquisador conta que a Epamig vai apresentar um histórico da cultura na região que será transmitido em diferentes momentos da festa. “Faremos um breve relato audiovisual sobre a história das oliveiras e o município de Maria da Fé, como as oliveiras chegaram aqui, as primeiras produções, os primeiros plantios, até chegar ao marco histórico da primeira extração nacional de azeite extravirgem, realizada aqui, no Campo Experimental da Epamig, em 2008, e ao momento atual, quando temos a expectativa de um recorde na safra da Região da Serra da Mantiqueira”, revela.

Rosana Chiavassa, proprietária da Fazenda Santa Helena, produtora do Azeite Monasto, em Maria da Fé, é a responsável pela organização da Festa do Azeite Novo em 2022. “A Festa do Azeite para Maria da Fé tem um vínculo enorme com a história da cidade, com o nosso azeite. Então, eu creio que esse retorno do evento presencial será uma alegria para os cidadãos de Maria da Fé, bem como para o turismo. Desde que eu entrei nisso, em 2018, o azeite vem crescendo cada vez mais. Em 2018, muita gente perguntava para mim, que tenho residência em São Paulo, ‘Mas o Brasil produz azeite?’ Hoje, a existência do azeite brasileiro já é uma realidade, o azeite de Maria da Fé é uma realidade”, diz, enfatizando o apoio do poder público e população local. “Agradecemos à Prefeitura e aos secretários de Turismo e de Esporte pelo total empenho. Esse é, sobretudo, um evento da cidade de Maria da Fé”.

Programação Diversificada
A programação da Festa do Azeite Novo contempla visita às propriedades, palestras, cursos e minicursos. Dentre os destaques, estão degustações de azeite, visitas guiadas nos olivais ao pôr-do-sol, almoços e jantares especiais, o 2º Concurso Azeite no Prato, promovido pela Fazenda Maria da Fé e a 1ª Corrida nos Olivais, que contará com trajetos de 5km e de 10km, por propriedades da região.

“No primeiro dia da Festa, teremos a presença da Ana Beloto, uma das principais azeitólogas do país, que está lançando um livro sobre a história do azeite, incluindo, obviamente, Maria da Fé. Nós temos pela primeira vez a participação direta de alguns dos olivicultores da cidade e cada um fará, no seu olival, eventos que trarão esse contato com as oliveiras. Serão quatro propriedades, a Fazenda Maria da Fé, a Casa Grappolo, o Olival de Quelemém e a Fazenda Santa Helena, realizando eventos de comemoração da colheita, e isso para nós é muito importante”, ressalta Rosana Chiavassa.

Em sua propriedade, a Fazenda Santa Helena, além de dois almoços e do tour ao pôr-do-sol, Rosana promoverá, no sábado, 16 de abril, uma apresentação de violoncelo e flauta ao entardecer. “Teremos a participação de um casal de artistas que tocam Música Popular Brasileira de uma forma um pouco mais erudita, ao pôr-do-sol. Acredito que vai ser muito lindo”, afirma, reforçando o convite: “Os visitantes vão poder acompanhar toda a programação, nas propriedades que escolherem. Convidamos os turistas, que gostam de esporte, os que sabem apreciar um bom azeite ou querem conhecer a história, a desfrutar esse momento e os azeites que são fantásticos!”.

Além da programação nas fazendas e restaurantes, estão previstas atividades na praça e no Centro Cultural da cidade. Mais informações sobre o evento podem ser obtidas pelo telefone (35) 3662-1463 e acompanhadas pelo Instagram @festadoazeitenovomg.

A Olivicultura na Serra da Mantiqueira
A Epamig é pioneira em pesquisas sobre olivicultura no país. Os trabalhos, iniciados na década de 1970, são realizados no Campo Experimental de Maria da Fé (Sul de Minas) e contemplam a seleção de variedades mais adequadas às condições brasileiras, a produção de mudas de qualidade e de azeite extravirgem, e os serviços de extração e análises laboratoriais da azeitona e do azeite.

Os azeites de oliva extravirgens produzidos na região da Serra da Mantiqueira, entre os estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro, têm se destacado pelo frescor e pela qualidade e conquistado prêmios em concursos internacionais. Atualmente, a região conta com cerca de 200 olivicultores e 90 marcas próprias.

Festa do Azeite Novo em 2022
Data: 15, 16, 17 de abril
Veja a Programação
Informações: (35) 3662-1463
Com informações da Assessoria de Comunicação da Epamig.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!