MG lidera crescimento da Demanda das Empresas por Crédito no Sudeste

A variação acumulada anual da demanda das empresas por crédito no Sudeste terminou o ano de 2022 com crescimento em todas as Unidades Federativas (UFs), exceto pelo Rio de Janeiro (-1,5%). O destaque ficou com Minas Gerais tendo a alta mais expressiva (2,8%). Apesar de positivos, os resultados estão na contramão da análise nacional, que foi de queda (-0,2%).

Análise nacional: acumulado anual registra primeira queda depois de dois anos
O Indicador de Demanda das Empresas por Crédito da Serasa Experian, mostra que a análise nacional também fechou 2022 com retração de 0,2% no acumulado anual. O levantamento não indicava queda anual desde 2020, em que foi registrado -4,1%. Para o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, “isso pode ser um indicativo de equilíbrio financeiro entre os negócios que passaram por dificuldades no primeiro ano da pandemia e recorreram mais intensamente ao recurso financeiro em 2021. Em 2022, a alta dos juros e o maior grau de incerteza na economia, afastaram as médias e grandes empresas do crédito. Apenas as micro e pequenas empresas mantiveram estável o seu nível de demanda por crédito em 2022 com relação ao ano anterior”.

No recorte por porte, a queda mais acentuada foi na demanda por crédito das médias empresas (-8,1%), seguida pelas grandes (-4,9%) e as pequenas que fecharam sem nenhuma movimentação de retração ou crescimento. Já na visão por setores, todos, exceto Serviços, terminaram 2022 em declínio.

Paraná termina 2022 com a maior retração da Demanda das Empresas por Crédito
Pela primeira vez na história, o Indicador de Demanda das Empresas por Crédito da Serasa Experian apresentou dados regionalizados por Unidades Federativas (UFs). A análise expõe que o Paraná foi o estado com a maior retração (-14,9%), o Mato Grosso com o maior crescimento do período (5,4%) e Rondônia sem qualquer movimento (0%).

Tomada de crédito com responsabilidade auxilia sobrevivência das empresas
Os motivos que levam as empresas a tomar crédito são inúmeras: abrir, de fato, o negócio, ter capital de giro, fluxo de caixa ou apenas realizar um investimento ou melhoria. Para que esse processo seja seguro e não deixar virar um problema em função da incapacidade de pagamento, a Serasa Experian dispõe de produtos e serviços que auxiliam os empreendedores no processo: serviços de monitoramento de CNPJ, ferramentas de renegociação de dívidas e um blog com conteúdo rico e esclarecedor. Com informações da assessoria de imprensa da Serasa Experian

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!