Papa Francisco pede apoio e solidariedade as vítimas das chuvas na Índia

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Vatican News/Divulgação

“Solidariedade e apoio concreto” ao povo de Kerala e oração pelas vítimas. O Papa Francisco, na conclusão do Angelus deste domingo (19) na Praça São Pedro, dirigiu um pensamento à região da Índia atingida duramente por fortes chuvas.

“Nos últimos dias, os habitantes de Kerala (Índia) foram duramente atingidos por chuvas intensíssimas, que provocaram inundações e deslizamentos, com grandes perdas de vidas humanas, numerosos desaparecidos e deslocados, e ingentes danos à agricultura e às casas. Não deixemos faltar a esses irmãos a nossa solidariedade e o concreto apoio da Comunidade internacional. Estou próximo à Igreja em Kerala, que se encontra na linha de frente para levar socorro à população. Rezemos juntos por todos aqueles que perderam a vida e por todas as pessoas provadas por esta grande calamidade”.

O Papa rezou com fiéis reunidos na Praça São Pedro a oração da Ave Maria, após um momento de silêncio.

Inundação Kerala
Enquanto isso, o balanço dos mortos da catástrofe que atingiu a costa sul da Índia continua a subir. No twitter deste sábado, o ministro-chefe do governo local, Pinarayi Vijayan, informa que os mortos são 324, naquela que é considerada como “a pior inundação do século”. Ele pediu ao governo central uma ajuda imediata de 12,2 bilhões de rúpias (152,4 milhões de euros), incluindo os 8,2 bilhões de rúpias já alocados (102,4 milhões de euros).

Fontes oficiais da Autoridade de Gestão de Desastres do Estado (Sdma) relatam que nos 14 distritos de Kerala, cerca de 223 mil pessoas tiveram que abandonar suas casas e se refugiar em 2.000 acampamentos improvisados para os receber.

As violentas chuvas inundaram centenas de povoados, muitos deles levados pela fúria das águas; cerca de 10 mil quilômetros de estradas e milhares de casas foram destruídas; quase 80% do Estado está sem eletricidade desde que o Departamento de Eletricidade (Kerala State Electricity Board, Kseb) suspendeu o fornecimento em ruas e prédios alagados.

Saudação aos jovens da Ucrânia
Antes de concluir a Oração do Angelus o Papa dirigiu sua saudação a todos peregrinos italianos e de diversos países presentes na Praça. Em particular, saudou os jovens da Ucrânia encorajando-os “a serem agentes de paz e reconciliação”. Saudou ainda os novos Seminaristas como os Superiores do “North American College de Roma”, como também os adolescentes e os jovens da Diocese de Verona.

A todos desejou um bom domingo, pedindo mais uma vez: “por favor não se esqueçam de rezar por mim. Bom almoço e até breve!” Com informações do portal Vatican News.

PUBLICIDADE