Bolsa Permanência pode ser solicitada por estudantes indígenas e quilombolas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Marcelo Sant’Anna/Imprensa MG

Estudantes indígenas e quilombolas matriculados em cursos de graduação em instituições federais podem solicitar, desde ontem (18) a inclusão no Programa Bolsa Permanência (PBP). Os candidatos devem fazer as inscrições pela página do Sistema de Gestão da Bolsa Permanência (SISBP) na internet.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Ao todo, serão ofertadas 2,5 mil novas vagas no segundo semestre deste ano. As inscrições poderão ser feitas até o dia 31 de agosto. O valor da bolsa é R$ 900. O recurso é pago diretamente ao estudante por meio de um cartão de benefício.

O Programa de Bolsa Permanência é um auxílio financeiro pago para estudantes de instituições federais de ensino superior em situação de vulnerabilidade socioeconômica e para indígenas e quilombolas.

Para ter direito ao benefício, o aluno deve possuir uma renda familiar per capita de no máximo um salário mínimo e meio, não ultrapassar dois semestres do tempo regulamentar do curso de graduação em que estiver matriculado para se diplomar, ter assinado termo de compromisso e ter seu cadastro devidamente aprovado e mensalmente homologado pela instituição federal de ensino superior que faz parte. Com Agência Brasil

PUBLICIDADE