Mulher ganha R$ 1 mil, acredita em golpista e para receber o prêmio deposita mais de R$ 2 mil na conta dele  

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O fato foi registrado por policiais militares no bairro Grão-Pará, em Pará de Minas, onde uma mulher de 40 anos relatou aos policiais que no domingo (16), sua mãe ganhou um prêmio de R$1.000,00 em um título de capitalização realizado em Divinópolis, cujas cartelas são vendidas em toda a região Centro Oeste mineira.

Acrescentou que a partir de então, recebeu ligações de um homem que se apresentou como representante da empresa que faz o referido sorteio, o qual lhe disse que ela deveria fazer um depósito de R$1.000,00 em uma conta bancária indicada por ele. Ela relatou também relatou que a foto de perfil do aplicativo de mensagem relativo ao número de telefone usado pelo homem que ligou, trazia o logotipo da empresa que organiza e comercializa o título de capitalização, o que contribuiu para que ela acreditasse no interlocutor.

A vítima disse ainda que falou ao interlocutor que não poderia fazer o depósito naquele momento, que o faria mais tarde. E que ao deixar o trabalho, no final da tarde, foi até uma agência bancária, onde recebeu nova ligação do mesmo autor, reafirmando para ela fazer depósitos em contas indicadas por ele, para que ela recebesse o valor do prêmio. Então ela fez dois depósitos, em duas contas diferentes, indicadas pelo interlocutor, no total de R$2.120,15. E que depois recebeu ligação do mesmo autor, lhe informando que houve um problema técnico e não seria possível fazer o depósito do prêmio a ser recebido por ela, momento então, que percebeu ter caído em um golpe.

A vítima foi orientada quanto às providências a tomar, para tentativa de estorno junto ao banco, da quantia depositada e também outras medidas junto à Polícia Civil. O registro foi feito na segunda-feira, 17 de fevereiro.

Dica da Polícia Militar
A Polícia Militar orienta aos cidadãos quanto aos diversos golpes que são aplicados do telefone, sendo que quando receberem ligações suspeitas, as pessoas devem evitar passar dados ou fazer qualquer depósito bancário, antes de checar com precisão a fonte da ligação e a veracidade das informações recebidas. Em casos de qualquer suspeição, a Polícia Militar deverá ser acionada pelo telefone 190.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

Don`t copy text!