Henrique comemora evolução do Cruzeiro e o momento “garçom”

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro E.C.

Após o fim da sétima rodada do Campeonato Mineiro, o Cruzeiro aumentou a diferença na liderança, de três para seis pontos, sobre o América-MG, segundo colocado. O triunfo no último sábado, diante do Villa Nova, contou a participação maciça da torcida celeste no Mineirão.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Henrique foi um muito bem no jogo, desarmou, armou, combateu, deu carrinho e para finalizar ainda presenteou Rafinha com mais uma grande assistência na competição, repetindo o feito da vitória contra o Uberlândia, por 4 a 0, no Mineirão. O jogador falou sobre a evolução da equipe, a confiança do treinador e das subidas ao ataque que vem apresentando resultados satisfatórios.

“O Mano pede e a gente, dentro do jogo, sente que há possibilidade chegar mais à frente. E tem dado resultado, tenho também finalizado mais. Claro que o principal é a defesa, mas estou atento, quando há possibilidade de progredir para ajudar o time com assistências, finalizações”, disse o capitão celeste.

“Sempre há o que melhorar, mas a equipe vem fazendo bons jogos, crescendo a cada partida. Estamos corrigindo o que tem a ser melhorado, pois o futebol exige isso. Esperamos seguir melhorando. Os jogos até agora te dão um panorama de como a equipe está, como está evoluindo, o que pode melhorar. A equipe se comportou bem e aos poucos vamos evoluindo’, complementou.

Ainda faltam oito dias para a estreia na Libertadores e o capitão celeste, apesar da sede de título, garante ainda não estar ansioso para a competição internacional. Para Henrique, o Cruzeiro terá ainda o compromisso contra o Boa, no sábado, pelo Estadual, e depois sim irá pensar no Racing, no duelo que acontecerá na próxima terça-feira, às 21h30, no estádio El Cilíndro, em Avellaneda, na província de Buenos Aires, capital da Argentina.

“Não estamos ansiosos, ainda faltam oito dias para a estreia na Libertadores. Não temos de sofrer por antecedência. Temos o Boa antes. Depois do jogo de sábado vamos estar com a cabeça 100% na Libertadores”, falou o camisa 8.

“Gosto de todas as competições, fui campeão brasileiro, da Copa do Brasil. A Libertadores é especial por ser uma competição internacional e que dá chance para disputar o Mundial, enfrentando europeus. Todos desejamos isso”, finalizou. Com site do Cruzeiro

PUBLICIDADE
Don`t copy text!