João Carreiro lança o single “Chora Que Eu Te Escuto”

De estilo único, João Carreiro se prepara para a estreia do seu DVD gravado ao vivo em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Entre as 14 faixas inéditas está “Chora Que Eu Te Escuto”. Lançada nesta sexta-feira (15), a música produzida por Fábio Vianna (Estúdio O2) foi escrita pelo próprio João em parceria com Gabriel Vittor, Matheuzinho e De Vieira.

A composição narra o momento em que uma pessoa termina o seu relacionamento e vai para a balada afogar as mágoas. Depois de tomar umas e outras, se arrepende e liga para a ex querendo voltar. Quem atende do outro lado, sem paciência e com ironia diz chora que eu te escuto. Na sequência, coloca o telefone no mudo.

“O mais legal é que tem uma citação da música ‘Telefone Mudo’, do Trio Parada Dura”, diz o cantor. “A gente também canta aquele trecho: eu quero que risque o meu nome da sua agenda. É uma romântica pra cima numa pegada bem atual, mas com minhas características e essência. Estou com muita expectativa porque a gente canta no show e a galera tem gostado muito”.

Sobre o DVD “João Carreiro em Campo Grande”, produzido pelo Fábio Adames, o cantor diz que superou as expectativas por ter sido feito de uma forma intimista e apenas com a presença de convidados. “As imagens ficaram lindas. O cenário ficou muito a minha cara com os presentes montados a cavalo e churrasco no chão. Sem falar do repertório que também está muito bom”, afirma ele.

De Cuiabá-MT, João Carreiro tem 22 anos de música e algumas delas em trilhas sonoras de novelas. Com o single “Bruto rústico e sistemático”, levou a viola caipira para a trilha de “Paraíso” (2009). Esse foi o primeiro sucesso dele a tocar em rádios nacionais. Na sequência, ele emplacou “Chique Bacanizado” em “Araguaia” (2010). Entre os seus sucessos estão “Lágrimas de Crocodilo”, “É pra Acabar”, que se tornou conhecida como “Pequi de Goiás”, “Volta pro Meu Coração” e “O que Essa Moça Fez Aqui”.

Em 2018, para ressaltar a música sertaneja raiz, ele se juntou à dupla Jads e Jadson no álbum “Brutos de Verdade”. Nele são apresentados sucessos e releituras de clássicos, como “Cuitelinho” e “Caminheiro”. Jads e Jadson e João Carreiro dividem o mesmo escritório e, desde 2018, seguem com o projeto paralelo às suas carreiras. Com informações da assessoria de imprensa de João Carreiro

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!