Flamengo anuncia formação de equipe de vôlei feminino

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O Flamengo e o Sesc Rio de Janeiro formalizaram ontem (17) uma parceria para a formação de uma equipe de vôlei feminino durante as próximas três temporadas. O time vai se chamar Sesc RJ/ Flamengo. Estiveram presentes à entrevista coletiva o técnico Bernardinho, que comandará a equipe, e os presidentes Antonio Florencio de Queiroz Junior, do Conselho Regional do Sesc RJ, e Rodolfo Landim, do Flamengo.

A parceria já vinha sendo cogitada há alguns anos. Contudo, após o Sesc, maior campeão da história da Superliga Feminina, com 12 títulos, desfazer a equipe masculina, a organização considerou que o Flamengo seria o parceiro ideal para a sequência das atividades do tradicional time feminino.

O dirigente rubro-negro chamou de “histórica” a parceria. “Estamos reunindo Flamengo, Sesc, tendo um dos maiores vencedores do esporte brasileiro, um dos maiores ícones, que é o Bernardinho. Queremos colocar muita energia, força, nesse projeto do vôlei, que tem tudo para ser vencedor”, declarou.

Para o técnico Bernardinho, trabalhar dentro de um dos maiores clubes do mundo fará a diferença. “Além de ter uma das melhores equipes de futebol em nível mundial, o Flamengo é um clube gigante e é referência no remo, no basquete, na ginástica olímpica e no judô. Estamos começando um processo no vôlei. Mas nossa ideia é construir algo longevo e deixar um legado”.

O técnico bicampeão olímpico não deu maiores detalhes sobre a formação da equipe para a temporada 2020/2021. O certo, até o momento, é que a oposta Tandara não continua na equipe. Ela já foi anunciada pelo Osasco/Audax.

Além de planejar conquistas dentro das quadras, os novos parceiros projetam vitórias fora delas. “Unir a maior entidade de cultura, lazer e educação a um gigante como o Flamengo tem que ser uma semente para projetos maiores. Principalmente nas comunidades carentes. Queremos fazer ações e dar oportunidades de as pessoas se desenvolverem através do esporte”, disse o presidente do Conselho Regional do Sesc.

Inicialmente, os jogos da equipe vão acontecer no ginásio da Gávea. Porém, a utilização do ginásio do Maracanãzinho está entre as alternativas do Flamengo.

“Sem público, vamos jogar na Gávea. Com a volta do público, temos a opção do Maracanãzinho até novembro desse ano pelo contrato atual de concessão. E estamos também participando do processo de licitação para uma renovação pelos próximos 25 anos. O Flamengo não esconde que tem o interesse de pegar essas áreas como concessionário. Colocar um projeto poliesportivo de muitos e muitos anos”, declarou Landim. Com Agência Brasil

PUBLICIDADE
Don`t copy text!