Pará de Minas: chama a polícia para vizinha e acaba preso após tentar atropelar militar em tentativa de fuga


Um indivíduo de 43 anos acionou uma equipe de policiais militares e denunciou que é vítima de perturbação do sossego cometida por uma vizinha de 42 anos, moradora da rua Virgínia Cristina Ambrósio Nunes, bairro Papa João Paulo II, em Pará de Minas,

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

Os militares conversavam com a suposta autora de perturbação, quando o solicitante de 43 anos se posicionou a alguns metros do local em seu veículo VW/Quantum CL, passando a observar o diálogo entre os militares e a suposta autora.

Em dado momento, o solicitante de 43 anos desembarcou do veículo e se dirigiu até a frente da residência da suposta autora de perturbação do sossego, e de forma agressiva passou a ofendê-la moralmente com palavras, retornado novamente para o veículo tentando sair do local.

Os militares deram ordens para que ele aguardasse no local, para que fossem solucionadas devidamente as duas situações, tanto a suposta perturbação do sossego pela autora, como as injúrias feitas a ela pelo solicitante. Porém, ele não acatou as ordens e arrancou bruscamente com o veículo, tentando atropelar um dos militares, que teve que desviar para não ser atingido.

O autor fugiu com o veículo pela rodovia BR-352 rumo ao bairro Santos Dumont, sendo acompanhado pelos militares por várias ruas da cidade, tendo ele feito inúmeras manobras arriscadas, colocando em risco sua segurança, dos policiais e de terceiros.

Por fim, o autor fugiu sentido a rodovia BR-262, pelo trevo de acesso ao município de Pará de Minas, quando ainda tentou jogar o veículo contra as motocicletas da Polícia Militar que o acompanhavam. Em seguida ele parou o veículo, que já estava com muitas avalias. Ele ainda dificultou a abordagem, se trancando dentro do carro e depois que os militares conseguiram abri-lo, ainda resistiu fisicamente, sendo necessário o uso de força moderada para contê-lo.

Após a contenção do autor, militares verificaram que ele aparentava estar sob efeito de substância psicoativa, pois, apresentava olhos avermelhados, confusão mental, olhar sonolento e fala desconexa, tendo relatado que havia feito uso imoderado de medicamentos controlados.

Diante dos fatos foi feita a apreensão do veículo, que foi removido para um pátio credenciado. O autor foi preso, conduzido ao Pronto Atendimento Municipal José Porfírio de Oliveira para avaliação médica. Depois foi conduzido para a Delegacia Regional de Polícia Civil em Pará de Minas. O registro foi feito a noite de sexta-feira, 16 de junho.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!