Observatório do Esporte favorece diálogo com a cadeia esportiva em Minas

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Divulgação/Seesp

O Observatório do Esporte de Minas Gerais, mais que um portal, é uma iniciativa da Secretaria de Estado de Esportes (SEESP) com o intuito de monitorar a realidade esportiva mineira por meio do levantamento de dados, números, indicadores e pesquisas que subsidiem o diálogo, programas e tomada de decisões de agentes dos setores público, privado e da sociedade civil para ampliação do fomento do esporte e da prática de atividades físicas em Minas Gerais.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

De acordo com a gestora e analista de Políticas Públicas Esportivas da Seesp, Ana Paula de Jesus, a interação com o público do Observatório do Esporte tem progredido a cada dia. Canal de diálogo aberto com o cidadão, a página online já alcançou 448 mil visitas e 130 mil usuários nos seus cinco anos de existência.

“Nos últimos tempos, o Observatório do Esporte tem alargado suas funções e ampliado a visibilidade por meio das ferramentas gratuitas de informações sobre eventos e qualificações esportivas e notícias relevantes ao cenário esportivo no Estado”, aponta Ana Paula.

O portal destaca-se dos demais, pois é constituído por quatro eixos esportivos: Gestão; Educação e Formação; Saúde e Lazer; e Alto Rendimento – instituídos com base na Lei Pelé, Lei nº 9.615, de 24 de março de 1998.

Dessa forma, continua a gestora, “mostra uma abordagem do esporte em suas diversas manifestações. Familiares de atletas, treinadores, além de conselheiros, escolas, universidades, empresas, federações, entidades sem fins lucrativos, clubes, atletas, técnicos e outros profissionais do esporte o percebem como uma grande vitrine do esporte mineiro”, completa.

Estrutura do Observatório
O cidadão recorre ao site do Observatório do Esporte com a finalidade de se informar sobre o cenário esportivo, ofertas de emprego, competições e eventos, boas práticas e fomento da atividade física no estado.

É comum o internauta buscar informações sobre a existência e localização de estruturas esportivas para a prática de modalidades específicas. Nesses casos, são indicados clubes esportivos, projetos esportivos incentivados em execução e iniciativas desenvolvidas pela Secretaria de Estado de Esportes.

“Estou sempre acompanhando as notícias do Observatório do Esporte, pois é uma ferramenta que divulga assuntos diversos e isso ajuda a nos informar e ter novas ideias para a área esportiva”, diz Fábio Silva de Oliveira, secretário Municipal de Esportes, Lazer e Juventude de Sobrália.

Assim, é possível estar atualizados e ampliar o diálogo com outros municípios, como relata Oliveira. “Recentemente propus que o portal publicasse sobre um projeto de taekwondo para crianças em vulnerabilidade social que realizamos em Sobrália, em parceria entre a Prefeitura Municipal e Escola Estadual José Severino, atualmente com três turmas abertas. Então, no fim do ano passado, a notícia saiu no Observatório e algumas pessoas de municípios vizinhos têm entrado em contato comigo com o objetivo de implementar o mesmo projeto em outras localidades. É uma satisfação ver que por meio da informação que circula no Observatório possivelmente outras crianças também serão beneficiadas”, ilustra.

Além disso, o Observatório busca a valorização dos atletas, praticantes das mais diversas modalidades esportivas. Notícias variadas colaboram com o fluxo e avanço esportivo mineiro. O Ministério do Esporte do Equador, por exemplo, já demonstrou interesse em conhecer mais a fundo o Observatório do Esporte com o fim de desenvolver ação semelhante em seu país. Mais recentemente, um órgão público de Santa Catarina manifestou a intenção de visitar a equipe técnica do portal com o mesmo objetivo.

Além da gestora e analista de Políticas Públicas Esportivas Ana Paula de Jesus, a equipe conta com o especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental, Bráulio Humberto da Silva; a superintende de Fomento e Incentivo ao Esporte, Ilma Laís Mendes Monteiro; o consultor e secretário de Estado Adjunto de Esportes, Ricardo Alexandre Sapi de Paula.

Integram o time também o colaborador e profissional de Tecnologia da Informação, Felipe Cunha El Saman; a revisora ortográfica, Meire Avelar Bernardes; os estagiários Leonardo Parrela e Stephanie Falconelli; e os colaboradores de jornalismo e produção de mídia, respectivamente, Fabíola Pimenta e Túlio César de Souza Velloso.

As notícias veiculadas movimentam o setor, com o objetivo de informar o público e estimular o envolvimento na cadeia esportiva. Entre as mais recentes está a que informa sobre os nove atletas brasileiros que irão participar das Olimpíadas de Inverno na Coreia do Sul, a partir de 9 de fevereiro. O Time Brasil contará com a mineira, belo-horizontina, Jaqueline Mourão, que irá disputar a modalidade do esqui cross country. Há também a história de sucesso de Luka Pereira, deTrês Pontas, no Sul de Minas, que foi o primeiro colocado no prêmio “Melhores do Ano”, da Seesp. São postagens que ultrapassam a marca de 5 mil visualizações em suas páginas nas redes sociais.

Denúncias sobre o estado de conservação de estruturas esportivas públicas também colaboram para melhorias e, nesse caso, o denunciante é orientado a procurar as instâncias competentes. As pautas indicadas pelo público, geralmente, visam à divulgação de projetos esportivos sociais, valorização e ampliação da visibilidade das conquistas de atletas mineiros.

Avanços no diálogo esportivo
Buscando ampliar ainda mais a interação com o público, em 2017 o Observatório do Esporte de Minas Gerais realizou 95 entrevistas com personalidades que contribuíram para o desenvolvimento do esporte mineiro. Todos eles foram homenageados no evento “Melhores do Ano”, promovido pela Secretaria de Estado de Esportes de Minas Gerais em 2016.

As entrevistas possibilitam a partilha de boas práticas, experiências e reforça a capacidade do esporte enquanto instrumento de promoção humana e têm se mostrado capazes de propiciar a descoberta de interesses comuns em prol do esporte.

Por exemplo, já foram entrevistados o cônsul britânico Thomas Nemes e também Tatiane Flores, coordenadora do movimento olímpico de Uberlândia em 2016. Ambos relataram experiências com projetos esportivos para disseminação da prática da modalidade rugby em Minas Gerais.

Nesse caso, o Observatório atuou como uma ponte entre ambos para uma primeira aproximação e facilitação ao acesso à informação e ferramentas de variadas fontes, que incentivem o diálogo e iniciativas entre agentes dos setores público, privado e sociedade civil para o fomento do esporte e da prática de atividade física em Minas Gerais.

A relação de todas as entrevistas encontra-se disponível clicando aqui.

O esforço em destacar as iniciativas esportivas importantes nos níveis estadual e nacional tem sido reconhecido nas nossas mídias sociais por entidades como o British Embassy Brasilia (UK in Brazil) Comitê Brasileiro de Clubes, Federação dos Clubes do Estado de Minas Gerais (Fecemg), Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional (EEFFTO) da UFMG, entre outras. Com Agência Minas

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!