OEA pede união de todos contra o terrorismo, após atentado na Colômbia

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

O secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luís Almagro, condenou ontem (17) o atentado à Academia-Geral de Polícia Francisco de Paula Santander, em Bogotá, na Colômbia. Segundo Almagro, todos devem se unir contra as ações terroristas e enfrentar a violência onde quer que esteja. Pelo menos nove pessoas morreram e 54 ficaram feridas no ataque.

“Condeno o atentado explosivo à Academia-Geral de Polícia Francisco de Paula Santander ocorrido em Bogotá. Devemos nor unir contra essas ações terroristas e enfrentar a violência onde quer que seja. Minha solidariedade às vítimas, suas familias, o governo e o povo colombianos”, disse Almagro, em sua conta no Twitter.

O governo colombiano identificou José Aldemar Rojas Rodríguez como autor do atentado. O anúncio foi feito em pronunciamento oficial transmitido pelas redes sociais.

Segundo o procurador-geral, Néstor Humberto Martínez, Rodríguez entrou na escola em um carro cinza, por volta das 9h30. Foram usados no atentado desta quinta-feira 80 quilos de material explosivo. O autor do atentado está entre os mortos, informou a imprensa local.

O presidente da Colômbia, Iván Duque, disse que foi um ataque à sociedade colombiana como um todo. “Os colombianos nunca nos submetemos ao terrorismo, sempre o derrotamos. Esta não será a exceção.”

Duque convocou toda a população a colaborar com as investigações e pediu que, se alguém tivesse alguma informação, entrasse em contato com a rede de participação cívica, pelo número local 123. Com Agência Brasil

Don`t copy text!