Comerciante cai em golpe envolvendo cobrança da conta de energia elétrica e perde R$ 700,00 no São Cristóvão

Uma guarnição policial foi acionada na tarde de quarta-feira (16) em uma lanchonete situada na Rua Ricardo Marinho, bairro São Cristóvão em Pará de Minas. Uma comerciante relatou que foi vítima de estelionato.

Segundo a vítima, chegaram a sua lanchonete dois homens em duas motocicletas com inscrições da empresa responsável pelo fornecimento de energia elétrica, os quais lhe disseram que havia um débito em atraso da conta de energia do imóvel no valor de R$ 900,00 e que eles teriam que fazer o corte da eletricidade.

A vítima disse que ficou apavorada com a possibilidade do corte de energia do seu comércio e disse aos dois homens que tinha apenas R$ 700,00 em dinheiro, os quais eles aceitaram para não fazerem o corte de energia. Os autores pegaram o dinheiro, colocaram dois selos no padrão de energia do imóvel e deixaram o local nas motos.

Através das imagens das câmeras de segurança de uma loja próxima ao imóvel da vítima, os militares identificaram um suspeito, morador de Belo Horizonte, para o qual existe no sistema digital de ocorrências, o registro de um fato semelhante em que ele figura como autor.

Foi constatado também que havia logotipos de duas empresas nos baús das motos. Os militares conseguiram falar com representantes de uma delas, os quais informaram que o suspeito já trabalhou na empresa anteriormente, mas que foi demitido há alguns anos.

Os militares orientaram a vítima quanto a demais providências e partiram em rastreamento.

A PM orienta aos cidadãos a ficarem alertas quanto a este tipo de golpe. É importante verificar a identidade de pessoas que se apresentam como representantes de empresas. Deve-se buscar informações complementares para confirmar a idoneidade dos indivíduos e o vínculo com a empresa que dizem representar.

Deve-se verificar crachás, detalhes em uniformes e documentos dos visitantes. Em casos de dúvidas, deve-se ligar para a empresa que os visitantes dizem representar. Não se deve passar qualquer quantia em dinheiro diretamente para supostos representantes de empresas ou instituições como esta.

Em casos de suspeitas de que está sendo vítima de um golpe, a PM deve ser acionada imediatamente pelo telefone 190.

Portal GRNEWS © Todos os direitos reservados.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!