Beck lança seu 14º álbum de estúdio

A eletricidade tomará conta de nosso cérebro com o lançamento de “Hyperspace”, novo disco cheio de cores e ritmos, que marca o retorno do camaleão cultural e sete vezes vencedor do GRAMMY® Beck.

As novas dimensões sonoras de “Hyperspace” são o resultado dos esforços mais colaborativos de Beck até o momento. Sete das 11 faixas do álbum — incluindo os singles “Uneventful Days” e “Saw Lightning” – foram coescritas e coproduzidas por Pharrell Williams. Outras faixas de “Hyperspace” também já foram apresentadas aos fãs, como é o caso de “See Through” (coescrita e coproduzida pelo colaborador frequente de Beck, Greg Kurstin), “Star” (coescrita e coproduzida por Paul Epworth), “Stratosphere” (que traz o backing vocal de Chris Martin, vocalista do Coldplay), a faixa-título do álbum, que apresenta os vocalistas convidados Terrell Hines e “Die Waiting” (coescrita e coproduzida por Cole M.G.N. com backing vocal de Sky Ferreira). Os companheiros de banda de longa data de Beck, Jason Falkner, Smokey Hormel e Roger Manning Jr. também aparecem em grande parte do álbum.

O repertório completo de “Hyperspace”:

1. Hyperlife
2. Uneventful Days
3. Saw Lightning
4. Die Waiting
5. Chemical
6. See Through
7. Hyperspace
8. Stratosphere
9. Dark Places
10. Star
11. Everlasting Nothing

“Hyperspace” é o primeiro álbum de Beck desde “Colors”, de 2017, que ganhou os prêmios de “Melhor Álbum de Música Alternativa” e “Melhor Álbum de Engenharia Não Clássico” no 61º GRAMMY, no início deste ano. A prolífica produção pós-cores/pré-Hyperspace de Beck incluiu “Tarantula”, música inspirada no filme “ROMA”, “Super Cool” (com Robyn & The Lonely Island) do filme “LEGO 2”, e sua participação em “Night Running”, da banda Cage The Elephant — sem mencionar a abrangente turnê deste verão com Cage The Elephant, sua estreia em 2018, no Madison Square Garden, e até uma passagem como convidado especial na turnê The Joshua Tree, do U2, em 2017.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!