A partir de amanhã Madri adotará isolamentos específicos contra covid-19

A região de Madri, uma das mais atingidas pelo novo coronavírus na Espanha, adotará isolamentos específicos e outras restrições em áreas com muitos casos de covid-19 na sexta-feira (18), disseram autoridades locais ontem (16).

Madri responde por cerca de um terço dos casos ativos de coronavírus do país, mostrando uma incidência mais alta em bairros de grande densidade e renda baixa, a maioria no sul da cidade.

“Estamos adotando medidas, mas isso não basta. Nada funcionará se não formos responsáveis”, disse Antonio Zapatero, encarregado da reação de Madri contra a covid-19, aos repórteres.

“Houve um relaxamento de comportamento que não podemos nos permitir”. Ele disse que as pessoas estão organizando festas, bebendo nas ruas e desrespeitando as regras de quarentena.

Zapatero não detalhou as medidas a serem anunciadas na sexta-feira, mas disse que o departamento de saúde está cogitando isolar as áreas com incidência mais alta do vírus.

Desde que as restrições à circulação foram encerradas e os exames em massa foram iniciados, no final de junho, as infecções aumentaram de algumas centenas por dia para milhares na Espanha, o que a fez superar outras nações atingidas duramente, como Reino Unido, Itália e França.

O número acumulado de casos espanhóis, que está em 603.167, é o mais elevado da Europa Ocidental, e o número de mortes passa de 30 mil.

As autoridades de Madri esperam começar a usa exames rápidos a partir da semana que vem, o que ajudaria a rastrear os casos de coronavírus mais rapidamente e refrear a epidemia. Com Agência Brasil/Reuters

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!