Roxette celebra 30 anos de “Joyride” com versão 4k inédita do clipe

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Trinta anos atrás, a sensação pop sueca viu o quarto single número #1 surgir nos Estados Unidos com “Joyride” – faixa-título do terceiro álbum da carreira do Roxette. Com a MTV sendo uma potência cada vez maior na indústria do pop no começo do anos 90, um espetacular – e caro – vídeoclipe era um elemento necessário entre os elementos que poderiam fazer com que um single chegasse direto para o topo.

E “Joyride” realmente não foi exceção. O clipe se tornou um vídeo surpreendentemente brincalhão, com Marie e Per sentandos em uma Ferrari enquanto um motorista oculto operava o acelerador e os pedais de freio.

Mas, trinta anos de rotação pesada deixaram marcas no vídeo original (que provavelmente foi copiado várias e várias vezes, antes de desaparecer de vista), logo, uma restauração era definitivamente necessária. Como uma parte das celebrações do 30º aniversário da faixa, o vídeo de “Joyride” ressucitou numa versão nova e melhorada com cores brilhantes e clareza incrível em resolução 4K.

“A era MTV foi divertida, porque tudo era tão grande e você meio que comprava todas as ideias loucas que as pessoas traziam. Houveram poucos obstáculos preciosos e pessimistas – mesmo que isso significasse que você passou metade do vídeo sentado em vento”, Per Gessle diz com um sorriso.

186 minutos de filme para um single:

O diretor Doug Freel fez um trabalho minucioso criando o vídeo. Quando finalizado, 186 minutos de material cru foi editado para um single que mal durou quatro minutos. Após a estreia do vídeo, caixas e caixas contendo 18 rolos de filme 35 mm foram enviadas de Los Angeles para a EMI Suécia em Estocolmo. E bem no fundo da escuridão do porão da EMI, foi onde passaram os últimos trinta anos.

Com a edição master original do vídeo de “Joyride” perdida ao longo do caminho, havia apenas uma coisa a se fazer: começar do zero, e recorrer aos 186 minutos de filme para recriar e restaurar o vídeo.

Cores mais nítidas:

As caixas com 18 rolos de filme agora foram entregues para o especialista em masterização e restauração Thomas Ahlén na Filmtech em Estocolmo. Ele imediatamente descobriu que os filmes estavam em um estado inesperado bom e começou a trabalhar, juntando as peças certas enquanto limpava a filmagem original.

“Já que os vídeos mal foram usado durante todo esses anos, eles estavam em excelente condição. O trabalho em si tem consumido bastante tempo – apenas sincronizar todos os trecho e pedaços silenciosos do filme com a música já foi um desafio em si – mas todo o projeto tem sido incrivelmente divertido e recompensador”, diz Thomas Ahlén.

A história do pop encontra a tecnologia:

No 30º projeto de aniversário de “Joyride”, um pedaço da história do pop encontra as imensas possibilidades técnicas de hoje. O resultado final é uma versão clara feito água que segue o vídeo original com alguns desvios aqui e ali.

“Algumas das chamadas cenas de ‘fundo verde’ não estam lá, já que simplesmente não havia tempo suficiente para recriá-las. Ao invés disso, nós achamos outras coisas boas no material cru que incluímos na nova versão. Tem sido muito divertido, e no futuro esperamos ser capazes de recriar o vídeo todo exatamente como era – e lançar todos os outros principais vídeos do Roxette em resolução 4K”, diz Per Gessle.

PUBLICIDADE
[wp_bannerize_pro id="valenoticias"]
Don`t copy text!