Seleção Olímpica ganha Troféu Fair Play no Torneio Pré-Olímpico

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Única equipe invicta na competição e com vaga assegurada nos Jogos Olímpico de Tóquio, a Seleção Brasileira Olímpica também se destacou pela boa conduta de seus jogadores e corpo técnico durante os sete jogos do Torneio Pré-Olímpico, na Colômbia. O time treinado por André Jardine foi campeão no quesito jogo limpo e levou para casa o Troféu Fair Play. O Brasil somou 20 pontos no total, oito a mais que o segundo colocado Uruguai.

A Conmebol adotou os seguintes critérios para avaliar o comportamento desportivo das 10 seleções participantes: cartões amarelos, expulsões, suspensões, atrasos na entrada em campo e no retorno para o segundo tempo, comportamento no banco de reservas, reincidência de mal comportamento, equipamentos incompletos e abandono de campo de jogo.

As equipes entravam em campo com cinco pontos em disputa no quesito Fair Play. O número era decrescido entre um a três pontos a cada infração cometida, e de acordo com a sua gravidade. O Brasil, por exemplo, não teve nenhum jogador expulso durante a competição, e apenas um atleta recebeu dois amarelos: o zagueiro Nino, que ficou de fora do último jogo contra a Argentina.

O capitão da equipe, Bruno Guimarães, recebeu o Troféu Fair Play na cerimônia de premiação:

– Importante ficarmos marcados por uma imagem positiva em campo. Não só de um futebol envolvente, mas também pelo respeito as regras do jogo e aos adversários. Temos muito orgulho por conquistar um troféu como esse – comentou o camisa 5 do Brasil.

No ano passado, a Seleção Brasileira Sub-15 também foi a campeã no quesito jogo limpo no Sul-Americano da categoria, realizado entre novembro e dezembro. As equipes brasileiras mostram que o futebol vai muito além de bola na rede e de resultados. Os bons exemplos são sempre marcantes. Com site da CBF

PUBLICIDADE
Don`t copy text!