Ministro diz que Cristiano Ronaldo quebrou protocolo de saúde da Itália

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp

Cristiano Ronaldo infringiu regras de saúde quando voltou à Itália após ter testado positivo para o novo coronavírus (covid-19) em Portugal, disse o ministro do Esporte da Itália ontem (15).

O atacante da Juventus voou para a Itália em um jato particular na quarta-feira (14) para entrar em quarentena em casa.

Vincenzo Spadafora, ministro do Esporte da Itália, foi questionado durante uma entrevista de rádio se Ronaldo poderia ter infringido as regras de saúde ao fazer esta viagem, e respondeu: “Sim, eu acho que sim, se não houvesse uma autorização específica da autoridade de saúde”.

Já o presidente da Juventus, Andrea Agnelli, disse, em entrevista coletiva, que nenhuma regra foi quebrada: “Você deve ligar “para o Ministério da Saúde e para o Ministério do Interior e pedir que expliquem o que foi violado”.

A Juventus informou na quarta-feira que o jogador português regressou num voo médico “autorizado pelas autoridades sanitárias competentes”.

Cristiano Ronaldo jogou uma partida amistosa contra a Espanha e um jogo da Liga das Nações, contra a França, antes de testar positivo e ser forçado a ficar fora do jogo contra a Suécia da última quarta-feira, que terminou com triunfo português por 3 a 0. Com Agência Brasil/Reuters

PUBLICIDADE
Don`t copy text!