Asma atinge mais de 6 milhões de brasileiros

GRNEWS nas Redes Sociais Facebook Twitter YouTubeWhatsApp WhatsApp


O dia 21 de junho marca, além da chegada da estação mais fria do ano, o Dia Nacional do Controle da Asma. Com a chegada do inverno, começam também a aparecer os sintomas de algumas doenças respiratórias e essa é uma das mais comuns em todo o mundo.

Curta a página do Portal GRNEWS no Facebook Siga o Portal GRNEWS no twitter

A asma é uma doença crônica que afeta as vias respiratórias e, segundo o portal do Ministério da Saúde, atinge 6,4 milhões de brasileiros. Este número foi divulgado pela Pesquisa Nacional de Saúde (PNS). Outro dado importante, é que a doença atinge principalmente as mulheres. Aproximadamente 3,9 milhões afirmaram já terem sido diagnosticadas com asma, contra 2,4 milhões de homens. Ou seja, prevalência de 39% a mais entre o sexo feminino.

Estimativas da Organização Mundial de Saúde (OMS) dizem que existam 300 milhões de pessoas em todo o mundo que sofrem com a asma. O Brasil ocupa a 8ª posição no ranking mundial em prevalência da doença. E, ainda, de acordo com o Ministério da Saúde, a asma é responsável por mais de 100 mil internações no país.

Divulgação

Segundo a pneumologista do Hospital Santa Genoveva, de Uberlândia, Dra. Bruna Zanatta Franco, ‘asma brônquica’ e ‘bronquite asmática’ são nomes diferentes dados para a mesma doença e a hereditariedade é um fator importante. “Mas por ser uma doença sazonal e heterogênea, a asma pode se desenvolver em qualquer fase da vida”, afirma.

“Asma não tem cura. Por ser uma doença inflamatória, tem controle e, por isso, é importante realizar acompanhamento médico periodicamente. O objetivo principal do tratamento é controlar a doença e prevenir riscos futuros. O tratamento deve ser indicado por um pneumologista, que avaliará cada caso e indicará qual a melhor conduta seguir”, finaliza a médica.

Principais sintomas
1- Tosse com ou sem secreção

2- Falta de ar

3- Sensação de aperto no peito

4- Chiado no peito

PUBLICIDADE